Bolsa Teixeira Duarte dispara 24% após anunciar lucros de 5,6 milhões

Teixeira Duarte dispara 24% após anunciar lucros de 5,6 milhões

Construtora passou de prejuízos a lucros nos primeiros nove meses do ano, o que está a ser bem recebido nos mercados. O BPI ficou surpreendido pela positiva, já que antecipava prejuízos de 100 mil euros.
Teixeira Duarte dispara 24% após anunciar lucros de 5,6 milhões
Nuno Carregueiro 03 de dezembro de 2012 às 10:26

As acções da Teixeira Duarte negoceiam em forte alta na bolsa de Lisboa, reagindo aos resultados dos primeiros nove meses do ano que anunciou na passada sexta-feira.

Os títulos disparam 24% para 0,31 euros, com mais de 66 mil acções negociadas, mais do dobro da média diária dos últimos seis meses.

A forte subida dos títulos surge depois de na sexta-feira a construtora ter anunciado que obteve lucros de 5,6 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, quando no mesmo período de 2011 tinha apresentado um prejuízo de 129 milhões de euros.

Com a subida de hoje a Teixeira Duarte atinge em Bolsa o valor mais elevado desde 14 de Setembro deste ano e eleva a subida anual para 33,33%.

O BPI, na nota de research diária onde comenta as contas da construtora, classifica os resultados operacionais de “fortes”, destacando que os números ficaram acima das estimativas devido à unidade de construção.

As receitas cresceram 26% no terceiro trimestre, para 424 milhões de euros, ficando 27% acima do que os analistas do BPI estavam à espera. Na unidade de construção as receitas cresceram 25% para um valor que ficou 35% acima das expectativas.

Quanto aos lucros, que no terceiro trimestre atingiram 9,2 milhões de euros, o BPI contava com prejuízos de 100 mil euros.   

Pela negativa o BPI salienta apenas o valor da dívida da construtora, que subiu para 983 milhões de euros, valor que classifica de “preocupante”.

O BPI tem uma recomendação de “reduzir” para a Teixeira Duarte, com um preço-alvo de 0,23 euros.

 

(Notícia corrigida: O price-target do BPI para a Teixeira Duarte é 0,23 euros e não 9,23 euros como estava anteriormente escrito, por lapso)




Saber mais e Alertas
pub