Bolsa Wall Street em máximos de oito semanas com impulso da banca e energia

Wall Street em máximos de oito semanas com impulso da banca e energia

As praças norte-americanas fecharam em alta, em máximos de oito semanas, com os títulos da banca e da energia a dispararem pela segunda sessão consecutiva devido aos novos dados que intensificaram o optimismo em relação à economia dos EUA.
Negócios 02 de Março de 2016 às 21:59

O índice industrial Dow Jones encerrou a sessão desta quarta-feira a somar 0,20%, para 16.899,32 pontos.

 

Já o Standard & Poor’s 500 avançou 0,40% para 1.986,36 pontos, valores que não registava desde 6 de Janeiro. Na véspera já tinha ganho 2,4%, a subida mais acentuada em mais de um mês.

 

O tecnológico Nasdaq Composite, por seu turno, valorizou 0,29% para estabelecer nos 4.703,42 pontos.

 

Foi hoje divulgado um relatório revelando que as empresas nos EUA contrataram mais trabalhadores do que o esperado, o que constituiu mais um sinal positivo para a economia norte-americana, depois de outros indicadores terem mostrado uma estabilidade nas fábricas do país e um crescimento nos sectores automóvel e das obras públicas e privadas.

 

O Livro Bege hoje divulgado pela Reserva Federal mostrou que a economia norte-americana continuou a expandir-se em praticamente todas as regiões do país, ao passo que o crescimento dos salários oscilou entre "constante e forte".

 

A recuperação dos preços do petróleo nas últimas três sessões também tem estado a ajudar ao movimento de subida, com o impulso dado aos títulos do sector da energia.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub