Trading Optimismo em torna da libra estrelina regressou

Optimismo em torna da libra estrelina regressou

Trader que acreditou na libra estrelina no momento em que ela batia minímos de 31 anos já teve ganhos superiores a 15% e defende que recuperação ainda agora começou.
Optimismo em torna da libra estrelina regressou
reuters
Mariana Adam 29 de janeiro de 2018 às 14:45

Em Outubro de 2016, altura em que a libra estrelina bateu mínimos de 31 anos pressionada pelos receios em torno do impacto do Brexit, Neil Staines decidiu ir contra a corrente e apostar na moeda do Reino Unido. Resultado: a libra já valorizou mais de 15% desde que o gestor do ECU Group Plc fez este investimento e Neil Staines defende que a valorização da moeda ainda agora começou.

Depois do pânico, a generalidade dos investidores está agora optimista, de acordo com a Bloomberg os níveis de confiança em relação à boa performance da moeda estão em máximos de 10 anos. A libra esterlina registou o melhor desempenho entre as principais taxas de câmbio globais desde os mínimos de mais de 1985. A convicção de que o Reino Unido vai conseguir uma saída mais suave do que o expectável inicialmente e o facto de os investidores acreditarem que a inflação, que está a tocar máximos de quase seis anos, vai pressionar o Banco da Inglaterra a subir a sua taxa de referência são as razões mais evidentes para este optimismo.

Neil Staines defende que "houve muitos erros políticos e erros de julgamento" e a economia do Reino Unido bem como a libra têm superado as expectativas do mercado. O trader acredita que a procura por esta moeda vai aumentar já que na sua opinião, mesmo apesar dos fortes ganhos recentes, a libra esta subvalorizada e aponta para acima de 1,50 dólares, o valor justo.

 

Libra já subiu mais de 5% este mês

 

A libra negociou acima de 1,41 dólares esta segunda-feira, tendo ganho quase 5% este mês de Janeiro. Houve claramente uma mudança de perspectiva perante a moeda do Reino Unido. A média dos investidores consultados pela Bloomberg acredita que a moeda vai acabar o ano nos 1,36 dólares, mas há quem acredite, tal como Neil Staines, que a libra estrelina vai ascender aos 1,50 dólares, valor que não atinge desde o referendo que ditou o Brexit, em Junho 2016.

 

A libra estrelina teve esta semana passada uma ajuda inusitada. A polémica declaração do secretário do Tesouro dos EUA: "um dólar mais fraco é bom para nós [EUA] uma vez que isso se correlaciona com comércio e oportunidades", provocou uma correcção da nota verde, mas também teve efeitos na libra. A moeda britânica acelerou para máximos de Junho de 2016, e o ministro das Finanças britânico, Philip Hammond, veio mesmo agradecer publicamente ao secretário do Tesouro norte-americano por ter suportado a valorização da libra.




pub