Crédito Avaliação bancária atinge máximo de dez anos

Avaliação bancária atinge máximo de dez anos

Pelo décimo quinto mês, a avaliação bancária voltou a aumentar. Atingiu os 1.180 euros por metro quadrado, segundo o INE.
Avaliação bancária atinge máximo de dez anos
Bruno Colaço
Raquel Godinho 30 de julho de 2018 às 11:07
A avaliação que é utilizada pelos bancos para a concessão de financiamento voltou a aumentar, em Junho, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE). Atingiu os 1.180 euros por metro quadrado, o que representa o valor mais elevado desde o segundo trimestre de 2008, período a onde remontam os dados recolhidos pelo Negócios. Nesta altura, tocou nos 1.186 euros por metro quadrado.

Pelo décimo quinto mês consecutivo, a avaliação bancária aumentou. "O valor médio de avaliação bancária foi 1.180 euros em Junho, superior em quatro euros ao observado no mês precedente", revela o INE. Este valor representa um aumento de 0,3% face ao mês anterior e de 6,1% face ao período homólogo.

Nos apartamentos, o valor médio da avaliação aumentou seis euros face ao mês anterior para 1.238 euros por metro quadrado. Já nas moradias o valor médio subiu três euros para 1.077 euros por metro quadrado.

A nível regional, e face ao mês anterior, as maiores subidas registaram-se na Região Autónoma da Madeira (1,9%) e na Área Metropolitana de Lisboa (1,3%), sendo que a única descida ocorreu na Região Autónoma dos Açores (cedeu 2,0%). Já a maior subida homóloga ocorreu também na Região Autónoma da Madeira (8,0%) e a menor no Alentejo (2,6%).

 

Nos apartamentos, o valor médio de avaliação bancária de apartamentos foi 1.238 euros por metro quadrado, sendo que o valor mais elevado se situou na região do Algarve (1.525 euros por metro quadrado) e o mais baixo no Alentejo (993 euros por metro quadrado). 

Já nas moradias, o valor médio da avaliação bancária atingiu em Junho os 1.077 euros por metro quadrado, estando os valores mais elevados na Área Metropolitana de Lisboa (1.482 euros por metro quadrado) e no Algarve (1.427 euros por metro quadrado) e o mais baixo no Centro (929 euros por metro quadrado).

(Notícia actualizada às 11:25 com mais informação)




pub