Taxas de juro Juro da dívida portuguesa a dois anos regressa aos 8%

Juro da dívida portuguesa a dois anos regressa aos 8%

"Yields" das obrigações portuguesas estão a recuar nos prazos mais curtos, anulando a subida verificada ontem.
Negócios 08 de Maio de 2012 às 09:50
Os juros que os investidores exigem para comprar dívida portuguesa estão hoje a recuar de forma intensa nas obrigações com maturidades mais reduzidas, corrigindo o movimento de inverso registado ontem.

A “yield” da dívida a dois anos recua 70 pontos base para 8,02%, regressando assim a níveis próximos de mínimos desde que Portugal pediu ajuda externa.

Ontem o juro da dívida com esta maturidade tinha avançado 74 pontos base, depois de sete sessões consecutivas a recuar.

Nos prazos inferiores a seis anos a tendência é também de descida, depois de ontem as “yields” terem subido, no rescaldo das eleições na França e na Grécia. Nos prazos mais longos a tendência continua a ser de alta na sessão de hoje, com a “yield” das obrigações a 10 anos a avançar 7 pontos base para 11,3%.

Apesar de persistir a incógnita sobre o próximo governo grego, a acalmia marca a negociação na dívida dos países periféricos europeus. O juro da dívida espanhola a dois anos sobe 3 pontos base para 3,29%, enquanto na maturidade a 10 anos está estável em 5,76%.

Em Itália, a “yield” das obrigações a dois anos desce 6 pontos base para 2,84%, enquanto na maturidade a 10 anos desce 1 ponto base para 5,39%.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
António Pedro 08.05.2012

Espanha invadiu Portugal e está a tentar-nos apagar do mapa. Luta pelo teu país em bit.ly/HtQiye

Povo desmiolado 08.05.2012

Nada de novo estamos iguais como no mês que Socrates teve que se DEMITIR.
Ou seja passado um ano estamos iguais como há um ano atrás, assim nunca mais iremos sair do BURACO pois o BURACO está a aumentar todos os dias com carradas de empresas a fechar todos os dias e por isso as receitas fiscais a diminuírem apesar do aumento BRUTAL da carga fiscal.
Estamos sim em direcção a um SUICIDIO E GENOCIDIOS COLECTIVO por falta de estratégica politica e empresarial para criar riqueza neste desgraçado país.
Este país ENCALHOU e está A AFUNDAR-SE.

msp78 08.05.2012

enato se ontem DISPARAM 0,2 % hoje usando a mesma histeria AFUNDARAM!!!

Neoliberal desmiolado 08.05.2012

A culpa é do Hollande.A culpa é do HollandeA culpa é do Hollande.A culpa é do Hollande.A culpa é do Hollande.A culpa é do Hollande.A culpa é do Hollande...
Os Xuxas, Os Xuxas Os Xuxas Os Xuxas Os Xuxas.
O estudante de filosofia em paris
O Estado gastador

pub