Investidor Privado  A sua semana dia a dia: Leilão, OPA do BPI e política monetária

A sua semana dia a dia: Leilão, OPA do BPI e política monetária

Esta semana será marcada pelo final da OPA do BPI e pelo leilão de dívida a cinco e sete anos. A nível internacional, a divulgação de resultados e as declarações de vários membros do BCE e da Fed deverão dominar a negociação.
 A sua semana dia a dia: Leilão, OPA do BPI e política monetária
Patrícia Abreu 05 de fevereiro de 2017 às 19:00
Segunda-feira Draghi participa em sessão no Parlamento Europeu
O presidente do BCE estará no início da semana no Parlamento Europeu, onde irá participar ainda numa sessão de perguntas e respostas. A política de estímulos da autoridade monetária e as medidas polémicas da nova administração americana deverão ser temas em debate. Na quinta-feira, Mario Draghi deverá encontrar-se com a chanceler alemã Angela Merkel para debater o futuro do euro. 

Terça-feira Termina OPA do CaixaBank sobre o BPI

Termina esta terça-feira, 7 de Fevereiro, a oferta pública de aquisição (OPA lançada pelo grupo catalão CaixaBank sobre o BPI. Os resultados da operação serão conhecidos um dia depois, ficando a conhecer-se a percentagem de capital que os espanhóis – que detêm actualmente 45,5% do capital – passarão a controlar no banco português. A maioria dos analistas acredita que a oferta será bem sucedida.  

Quarta-feira Portugal faz leilão para levantar até 1.250 milhões

Depois de ter realizado uma emissão sindicada de dívida no início do ano, Portugal regressa ao mercado com um leilão de obrigações a cinco e sete anos. O IGCP pretende emitir entre 1.000 milhões e 1.250 milhões de euros, em títulos com maturidade em Outubro de 2022 e Fevereiro de 2024.

Quinta-feira Membros da Fed falam sobre taxas de juro nos EUA

O presidente da Fed de Chicago, Charles Evans, estará presente num evento em Chicago onde deverá discutir as condições económicas actuais e a política monetária nos EUA. No mesmo dia, o presidente da Reserva Federal de St. Louis, James Bullard, também irá discursar no país. Os responsáveis poderão deixar indicações sobre futuras mexidas nos juros, depois do banco central norte-americano ter deixado a sua taxa   directora inalterada, sem dar sinais sobre decisões futuras.

Quinta-feira Navigator apresenta contas relativas ao exercício de 2016
A papeleira Navigator é a segunda empresa a divulgar as suas contas anuais na bolsa de Lisboa. De acordo com as estimativas do CaixaBI, a cotada liderada por Diogo da Silveira deverá ter encerrado o último trimestre do ano passado com lucros de 47 milhões de euros, uma descida de 13,8% face aos 54,5 milhões do mesmo período do ano anterior.

Sexta-feira Trump recebe primeiro-ministro na Casa Branca

Donald Trump deverá continuar no centro das atenções esta semana. Depois de uma série de medidas polémicas, o novo líder da governação americana recebe o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, na Casa Branca. Um encontro que será seguido com atenção pelos investidores mundiais, num momento em que crescem os receios em torno do proteccionismo de Trump.

Sexta-feira Yves Mersch fala sobre situação na Zona Euro
Num momento em que vários responsáveis começam a alertar para a necessidade de discutir a retirada de estímulos monetários, Yves Mersch discursa num evento em Hamburgo. Além da política monetária na região, o membro do BCE poderá ainda falar sobre as crescentes ameaças proteccionistas nos EUA, mas também na Europa.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub