Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta sexta-feira, o INE divulga a Síntese Económica de Conjuntura relativa a Outubro, bem como o índice de preços na produção industrial. No resto da Europa, as atenções concentram-se em Mario Draghi, com o presidente do BCE a discursar em Frankfurt. E pode haver mexidas nos ratings soberanos da Dinamarca, Hungria e Holanda, entre outros.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro 18 de Novembro de 2016 às 07:30
Investidores atentos às palavras de Mario Draghi

Mario Draghi vai estar presente no Congresso Europeu da Banca, de 2016, que se realiza em Frankfurt. O presidente do Banco Central Europeu fala às 09:30 locais, podendo deixar pistas sobre o rumo da política monetária. Segundo as actas da última reunião de política monetária divulgadas ontem, o BCE está preparado para aumentar os estímulos monetários em Dezembro porque a inflação está muito baixa e não dá sinais de se aproximar de 2%. A decisão do próximo mês é aguardada com expectativa devido à aproximação do fim do plano de compra de activos. Ainda em matéria de política monetária, vários responsáveis norte-americanos vão também discursar. James Bullard, presidente da Fed de St. Louis, fala num painel sobre política monetária na Euro Finance Week, em Frankfurt, juntando-se a Andrea Maeschler, membro do conselho do Banco Nacional da Suíça, e a Jens Weidmann, presidente do banco central alemão (Bundesbank). Já Esther George, presidente da Fed de Kansas City, discursa numa conferência sobre petróleo, em Houston. 



Ratings na Europa à espera de avaliação

O calendário de eventuais revisões das notações soberanas tem vários países em vista esta sexta-feira, 18 de Novembro. Sublinhe-se, contudo, que os relatórios sobre os ratings e perspectivas para as dívidas soberanas podem não ser publicados, uma vez que este agendamento é apenas indicativo. Entre as "três grandes" agências de notação financeira, a Moody’s poderá anunciar decisões relativamente aos ratings da Dinamarca, ao passo que a Fitch poderá pronunciar-se em relação à Hungria e Estónia, e a Standard & Poor’s poderá ter algo a dizer sobre a Holanda e a Suíça.



Mais resultados na recta final da época de divulgação de contas

Esta sexta-feira há mais contas a serem reportadas, numa altura em que a época de apresentação de resultados está a chegar ao fim. Entre os números que vão ser dados a conhecer estão os da Ibersol, Foot Locker e Sinopec Financia. Por cá, os investidores estarão também atentos ao potencial anúncio de mais um leilão de dívida para a próxima semana, bem como à possibilidade de o instituto que gere a dívida portuguesa (IGCP) poder seguir o exemplo das operações anteriores e rever em alta o valor que pretende colocar em dívida para o retalho. Com efeito, a forte procura dos investidores pelas Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV) deverá levar a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública a aumentar esta sexta-feira o montante da emissão. O Tesouro português pretendia emitir 500 milhões de euros na nova série de obrigações para o retalho, que decorre até ao final da próxima semana. Mas este valor poderá passar, no mínimo, a 1.000 milhões.



Economia em foco na Europa

Esta sexta-feira, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga os dados da Síntese Económica de Conjuntura relativa a Outubro, bem como o índice de preços na produção industrial, também de Outubro. Além disso, o ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, discursará no segundo e último dia da Cimeira Económica que se realiza em Berlim e que é promovida pelo jornal alemão Sueddeutsche Zeitung. 

  

Petróleo e cereais em destaque

A Baker Hughes, fornecedora norte-americana de serviços a campos petrolíferos, divulga o relatório sobre o número de plataformas de petróleo e gás nos EUA na semana passada. No que respeita ao sector agrícola, realiza-se o 2º Fórum Mundial dos Cereais, em Sochi, na Rússia – onde estarão presentes o primeiro-ministro Dmitry Medvedev e o seu vice, Arkady Dvorkovich. Por outro lado, são divulgados os dados semanais relativos às colheitas em Alberta, no Canadá.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Lotaria Socialista "entando a 3.817% hoje, quantos dias será necessário para chegar a 4%? E até ao fim do ano passará dos 4,5%?"

pub