Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta terça-feira, o Banco do Japão deverá manter a sua política monetária inalterada e a primeira-ministra britânica vai responder a questões, na Câmara dos Comuns, sobre o Brexit. Na bolsa, por cá os investidores vão continuar atentos ao BCP e lá fora o banco italiano Monte dei Paschi vai também permanecer sob os holofotes.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro 20 de dezembro de 2016 às 07:30
Na bolsa nacional, as atenções estão no BCP

O BCP desvalorizou ontem 2,34% para 1,1226 euros, no dia em que a assembleia-geral aprovou o aumento do limite de votos para 30%, a última condição para o reforço da posição da Fosun como maior accionista da instituição. A banca continua, aliás, a estar no centro das atenções em toda a Europa, já que é um sector que tem penalizado a negociação nos últimos tempos. No arranque desta semana, os bancos italianos mostraram que continuam sob pressão, com um maior cepticismo quanto à eficácia do plano de recapitalização do Monte dei Paschi di Siena. 



Indicadores económicos medem o pulso às economias

Esta terça-feira há mais dados económicos para serem analisados. Por cá, o INE divulga os anuários estatísticos regionais, relativos a 2015. No Brasil serão publicados os números relativos às contas correntes em Novembro, no México teremos as vendas a retalho em Outubro e na Finlândia será divulgado o dado do desemprego no mês passado. Do lado empresarial, destaque para a apresentação das contas do segundo trimestre fiscal da empresa de equipamento desportivo Nike e da General Mills (fabricante dos cereais Cheerios), bem como os números do quarto trimestre da Carnival Corp. (maior operadora mundial de cruzeiros).



Theresa May questionada sobre o Brexit

A primeira-ministra britânica, Theresa May, é inquirida pelo Comité de Ligação da Câmara dos Comuns, composto por membros (deputados) sénior, acerca dos seus planos relativamente à saída do Reino Unido da União Europeia – o chamado Brexit, que ficou decidido no referendo realizado no passado dia 23 de Junho. 


Banco do Japão decide política monetária

O Banco do Japão (BoJ) deverá manter a sua política monetária inalterada na sua última reunião de 2016. Por seu lado, o banco central australiano divulga as minutas da sua reunião de Dezembro. Também os bancos centrais da Turquia, da Hungria e de Marrocos divulgam as suas decisões sobre taxas de juro e outras medidas de política monetária. 

 


Reservas de petróleo nos EUA em destaque

O Instituto Americano do Petróleo (API, na sigla original), que é uma entidade privada, divulga as suas estimativas para os inventários de crude na semana passada nos Estados Unidos – que serão depois comparadas com os dados oficiais, no dia seguinte, apresentados pela Administração de Informação em Energia (sob a tutela do Departamento norte-americano da Energia). 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub