Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

As bolsas de Nova Iorque, Frankfurt e Londres registam o primeiro dia de negociação de 2017 e há dados económicos importantes para acompanhar.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Nuno Carregueiro 03 de janeiro de 2017 às 07:30
Bolsas regressam em pleno

Depois de um arranque a meio-gás, hoje todos as principais bolsas mundiais estarão a funcionar normalmente. Em Nova Iorque, Londres e Frankfurt será o primeiro dia de negociação de 2017, sendo que estas praças podem aproveitar a boleia do dia positivo que se viveu ontem nos mercados bolsistas que estiveram a funcionar. Os ganhos que levaram o Stoxx 600 a máximos de Janeiro de 2016 surgiram depois de ter sido divulgado o índice de gestores de compras da Zona Euro, que deu indicações positivas para a actividade industrial.



China dá sinais positivos

A marcar o arranque das sessões europeias deverá estar o dado económico revelado na China, que deu sinais positivos, já que os serviços e a indústria da segunda maior economia mundial fecharam 2016 perto dos máximos que tinham fixado nos meses anteriores. Segundo a Bloomberg, estes dados revelados na noite de segunda-feira sugerem que deverá ser cumprida a meta do Governo de o PIB crescer 6,7% em 2016.



Indústria dos EUA também em alta?

Depois dos dados na Europa e na China terem sido favoráveis, será a vez dos Estados Unidos revelarem o ISM para o sector industrial em Dezembro. As expectativas dos economistas apontam para uma subida do indicador para perto de máximos de dois anos. O dado económico será revelado às 15:00 (hora de Lisboa), já depois do sino tocar pela primeira vez em Wall Street em 2017.  


Inflação acelera na Zona Euro 

Só na quarta-feira o Eurostat vai revelar a estimativa rápida para a inflação na Zona Euro em Dezembro, mas hoje já será possível ter uma indicação se o BCE terá motivos para ficar menos preocupado com a evolução dos preços na região. A França (7:45) e a Alemanha (13:00) revelam a variação do IPC no último mês de 2016 e os economistas apontam para uma aceleração da inflação homóloga em ambas as economias (de 0,5% para 0,8% na França e de 0,1% para 0,6% na Alemanha). Na maior economia europeia também serão anunciados os dados do emprego de Dezembro.

 


Mota-Engil vende em Aruba

Na bolsa portuguesa o dia de ontem foi escasso em notícias que tenham impacto na negociação esta terça-feira. Ao final do dia a Mota-Engil revelou em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que chegou a acordo com o fundo InfraRed Infrastructure para a "alienação de 85% das suas participações nas concessionárias" em dois projectos em Aruba. O valor do negócio não foi revelado e a operação insere-se no plano da empresa "no que se refere à rotação de activos".


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub