Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta quarta-feira o dia é abundante em resultados, com destaque para a Semapa. Ainda por cá, o INE divulga os dados de 2016 relativos à actividade turística e é realizado o leilão de bilhetes do Tesouro a 3 e 11 meses.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro 15 de fevereiro de 2017 às 07:30
Duas mãos cheias de resultados com Semapa em destaque por cá

Hoje é mais um dia de divulgação de contas. Por cá, será a vez de a Semapa dar a conhecer os seus números relativos a 2016. Em 2016 registou-se uma subida dos preços da pasta e do papel. Recentemente, Nuno Estácio, analista da Haitong, adiantou ser expectável que a retoma dos preços da pasta e papel na Europa continue durante os próximos meses, sustentando o desempenho dos títulos deste sector. A Navigator (ex-Portucel), na qual a Semapa detém quase 70%, reportou um aumento de perto de 11% nos lucros do ano passado.

No resto do mundo, destaque para a apresentação das contas de empresas como a Cisco Systems, Credit Agricole, PepsiCo, Deutsche Boerse, Euronext, Heineken, Ageas, Kraft Heinz e Marriot. 



Time Warner decide sobre fusão com a AT&T

A Time Warner realiza hoje, em Atlanta, uma assembleia-geral extraordinária com os seus accionistas para ser votada a proposta de fusão com a AT&T. Recorde-se que, em Outubro passado, a AT&T chegou a acordo para adquirir a Time Warner, no valor de 80 mil milhões de dólares. 

A actividade de fusões e aquisições continua bastante dinâmica. Ontem soube-se que o grupo PSA pode avançar para a compra da Opel. A possibilidade de fusão entre a Peugeot, Citroen e Opel foi confirmada pela empresa francesa depois de o negócio ter sido avançado pela imprensa.



Economia em foco na Europa e EUA

Esta quarta-feira há mais dados económicos, com o Instituto Nacional de Estatística (INE) a divulgar os dados da actividade turística relativos a Dezembro. Ainda por cá, teremos o leilão de Bilhetes do Tesouro a 3 e a 11 meses. Já o Eurostat irá divulgar os dados da balança comercial na Zona Euro, referentes a Dezembro. Ainda na Europa, Espanha apresentará os valores da inflação de Janeiro.

Nos EUA, conheceremos os números das vendas a retalho em Janeiro, bem como os dados da inflação, também relativos ao mês passado – as projecções apontam para que tenha aumentado ao mesmo ritmo que em Dezembro.


Política monetária domina dia no outro lado do Atlântico

Dois responsáveis pela política monetária norte-americana irão discursar esta quarta-feira. O presidente da Fed de Boston, Eric Rosengren, falará num evento da New York Association for Business Economics, no Harvard Club de Nova Iorque. Por seu lado, o presidente da Fed de Filadélfia, Patrick Harker, será o orador principal na apresentação das Perspectivas Económicas Anuais na Universidade La Salle.

Os mercados estão atentos a possíveis novas indicações sobre o rumo e timing da subida das taxas de juro nos EUA. Ontem, a presidente da Reserva Federal disse no Senado que há riscos em esperar muito tempo para aumentar os juros. Janet Yellen não deu qualquer indicação sobre a altura em que os juros voltam a subir, sendo que os investidores vêem como cada vez mais provável que tal possa acontecer já na reunião de 14 e 15 de Março. 

 


Mercado petrolífero à espera de conhecer as reservas

A Administração de Informação em Energia (sob a tutela do Departamento norte-americano da Energia), divulga dos dados relativos aos inventários de crude dos EUA na semana passada, bem como os stocks de destilados e gasolina.

Os preços do petróleo foram sustentados, na semana passada, pela queda inesperada das reservas norte-americanas de gasolina, o que levou Wall Street para máximos históricos




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub