Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta sexta-feira a Novabase poderá reflectir positivamente em bolsa os bons resultados apresentados ontem. Ainda por cá, o INE divulga os inquéritos de conjuntura e os preços na produção industrial em Janeiro. Ao final do dia, a Moody’s poderá pronunciar-se sobre Espanha.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro 17 de fevereiro de 2017 às 07:30
Lucros da Novabase vão animar negociação em bolsa?

A Novabase encerrou o ano de 2016 com resultado líquido de 9,577 milhões de euros, um aumento de 29% face aos 7,425 milhões registados um ano antes, anunciou ontem a empresa liderada por Luís Paulo Salvado.

A tecnológica anunciou também que pretende distribuir cerca de metade do lucro em dividendos - 15 cêntimos por acção.



Inquéritos de conjuntura em foco

Esta sexta-feira há mais indicadores económicos para se tomar o pulso à saúde da economia. Por cá, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga a Síntese Económica de Conjuntura, relativa a Janeiro, bem como o índice de preços na produção industrial (também relativo ao primeiro mês do ano).

Ainda na Europa, teremos também os dados das vendas a retalho no Reino Unido em Janeiro. Além disso, será dia de apresentar os números da balança de transacções correntes no Brasil (Janeiro).



Mais resultados em plena época de reporte de contas

Hoje mais empresas divulgam as suas contas trimestrais e anuais, numa altura em que a época de apresentação de resultados está ainda ao rubro. Entre as empresas que irão confessar-se ao mercado temos a companhia alemã de serviços financeiros Allianz, a fabricante norte-americana de tractores Deere & Co. e a empresa francesa de lentes Essilor.

A Essilor anunciou, no passado mês de Janeiro, a compra da Luxottica, detentora de um portefólio de marcas que inclui a Ray-Ban, Oakley e Persol.


Moody's pode pronunciar-se sobre Espanha

A Moody's tem a opção de se pronunciar sobre o rating de Espanha, que está actualmente em Baa2 [penúltimo nível da categoria de investimento de qualidade] e com perspectiva estável. No mesmo dia, a Fitch poderá fazer revisões às notações da Holanda e da Finlândia. A DBRS, por seu lado, poderá anunciar decisões relativamente à classificação ou "outlook" da dívida soberana da Holanda. Os mecanismos europeus de financiamento poderão igualmente ser alvo de decisão: a Moody’s tem agendada uma possível opinião sobre MEE e FEEF.

Os relatórios sobre os ratings e perspectivas para as dívidas soberanas podem não ser publicados, uma vez que os agendamentos das agências de notação financeira são apenas indicativos. 

 


Plataformas de crude e gás: os números nos EUA

A Baker Hughes, fornecedora norte-americana de serviços a campos petrolíferos, divulga o relatório semanal sobre o número de plataformas de petróleo e gás nos Estados Unidos.

Ainda no que diz respeito às matérias-primas, a Comissão norte-americana de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) reporta as posições nos futuros e opções de crude por parte dos operadores.


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub