Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta terça-feira os mercados vão estar a reagir ao ataque terrorista em Manchester, norte de Inglaterra, e estarão também atentos ao Orçamento da Administração Trump. Por cá, destaque para o início da subscrição das obrigações do Futebol Clube do Porto.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Libra manterá queda com ataque em Manchester?

A libra esterlina seguia durante a noite a perder terreno face ao dólar, na negociação fora de horas do mercado cambial londrino, a reagir assim em baixa às explosões no final do concerto de Ariana Grande no Manchester Arena – que a polícia britânica está a tratar como acto terrorista - e que se saldavam durante a madrugada em 19 mortos e cerca de 50 feridos.

O ataque, que é o pior ataque do género em solo britânico desde os atentados de Julho de 2005 em Londres, segundo a Bloomberg, irá manter os investidores cautelosos na sessão desta terça-feira, nos mercados financeiros em geral.



Grécia em foco, com Ecofin e política monetária a enquadrarem o dia

Hoje, os ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin) estarão reunidos para debater os mecanismos de resolução de disputas em matéria de dupla tributação, a base comum de um imposto sobre o rendimento colectivo e outras questões.

Mas a reunião de ontem dos ministros das Finanças da Zona Euro (Eurogrupo) – que terminou sem um acordo sobre o desembolso de mais dinheiro para Grécia e sem data marcada para o alívio da dívida –, estará hoje em evidência, esperando-se que os mercados estejam a reagir a este impasse.

A política monetária estará também em destaque esta terça-feira. Benoît Coeure, membro do conselho executivo do Banco Central Europeu, fala em Paris, ao passo que o presidente da Fed de Filadélfia, Patrick Harker, discursa sobre as perspectivas económicas nos EUA, e o presdente da Fed de Minneapolis, Neek Kashkari, é orador numa mesa redonda sobre criação de bem-estar económico para as comunidades de Minneapolis através da compra de casa. 



Arranca a subscrição das obrigações do FCP e VAA reage a resultados

A SAD do Porto anunciou na passada quinta-feira o lançamento de uma nova oferta pública de subscrição de obrigações, no valor de 30 milhões de euros e pelo prazo de três anos, pagando uma remuneração bruta de 4,29%. De acordo com o prospecto da operação, publicado na CMVM, o montante da oferta pode ser elevado, sendo que a decisão será tomada até 29 de Maio. A oferta arranca já hoje e o período de subscrição termina a 6 de Junho. Os resultados serão anunciados a 7 de Junho e os títulos deverão ser admitidos à negociação a 9 de Junho.

Ontem foi dia de a Vista Alegre Atlantis reportar os resultados do primeiro trimestre do ano, tendo anunciado lucros de 121 mil euros, o que compara com 1,7 milhões de euros de prejuízos no mesmo período do ano passado. A empresa deu assim continuidade à tendência de recuperação iniciada em 2016, beneficiando com a melhoria das vendas para o mercado externo.


Também o Novo Banco se confessou ao mercado, tendo divulgado uma redução dos seus prejuízos. O banco liderado por António Ramalho perdeu 130,9 milhões de euros nos primeiros três meses do ano, um valor 47,5% abaixo das perdas apuradas há um ano. A recuperação foi possível graças à redução de custos e à descida das provisões e imparidades, que compensaram queda dos proveitos.


Administração Trump apresenta proposta de Orçamento e presidente vai a Roma

A Administração do presidente norte-americano Donald Trump vai divulgar esta terça-feira a sua proposta de Orçamento, da qual já se sabem alguns pormenores. A Casa Branca apresentou em Março um "orçamento reduzido" que revelou algumas das suas prioridades - aumento dos gastos na Defesa a compensar os fortes cortes nas restantes agências federais.

Numa altura de ebulição política nos EUA, especialmente devido às ligações entre Washington e Moscovo, Trump tem estado fora do país. Depois de uma passagem pela Arábia Saudita no final da semana e por Israel na segunda-feira, hoje o presidente norte-americano segue para Roma, onde se encontrará com o homólogo italiano, Sergio Mattarella, e com o primeiro-ministro, Paolo Gentiloni. Trump estará ainda com o papa Francisco.

 


Indicadores económicos recheiam Europa e EUA. Na China há Alphabet e commodities

Esta terça-feira, são vários os dados que permitirão medir o pulso às economias, sublinhando-se o índice PMI da Markit para a Zona Euro, referente a Maio. Ainda na Europa, teremos na Alemanha a divulgação do índice Ifo de clima económico, com dados relativos a Maio. Nos EUA, destaque para as vendas de casas novas em Abril, estimando-se que se tenham mantido em máximos de nove anos.

Do lado empresarial, salienta-se a apresentação das contas trimestrais da fabricante automóvel indiana Tata Motors e da empresa norte-americana de software Intuit Inc.


Destaque ainda para o simpósio de cinco dias sobre inteligência artificial, organizado pela Alphabet – dona da Google – e pelo governo chinês, que vai decorrer em Wuzhen (China). O software AlphaGO AI da Google estará em evidência.


Por outro lado, estará também hoje em evidência o apetite chinês pelas matérias-primas – algumas das quais têm sofrido uma certa devido aos receios de abrandamento das importações chinesas. Os dados das importações e exportações de "commodities" do país, referentes a Abril, permitirão aferir o vigor da procura vinda da China, uma das principais forças que faz mexer com os preços das matérias-primas. 


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub