Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta terça-feira a Alibaba ensina os americanos a venderem aos chineses e as acções chinesas de classe A poderão vir a integrar o MSCI. Por cá, destaque para os preços na produção industrial, relativos a Maio.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro 20 de junho de 2017 às 07:30
Alibaba ensina americanos a venderem a chineses

O fundador do Alibaba Group, Jack Ma, promove a conferência sobre exportações Gateway ’17, em Detroit, destinada a ensinar as empresas norte-americanas a venderem os seus produtos a centenas de milhões de clientes chineses naquela plataforma de comércio electrónico.


Estima-se que mais de mil empresas neste evento estejam presentes neste evento.



China pode integrar índices mundiais MSCI

Poderá ser hoje que as acções chinesas de classe A negociadas em Xangai e Shenzen passam a integrar os índices mundiais do MSCI, segundo o Financial Times. Nos últimos três anos esta possibilidade tem sido ponderada, mas tem ficado apenas no papel.

A decisão, se avançar, terá grandes repercussões para os investidores a nível mundial, uma vez que obrigará os fundos de investimento a injectarem milhares de milhões de dólares nas acções chinesas, diz o FT, acrescentando que a maior gestora mundial de fundos, a BlackRock, apoiou publicamente, pela primeira vez, a inclusão destas acções nos índices MSCI.



Política monetária em análise

Depois de a Reserva Federal dos EUA ter subido a sua taxa de referência para um intervalo entre 1% e 1,25% na semana passada, são vários os responsáveis da instituição que hoje discursam. O vice-presidente da Fed, Stanley Fischer, e o presidente da Fed de Dallas, Robert Kaplan, participam em eventos diferentes. Temas como as taxas de juro no país e a redução do balanço deverão centrar atenções.

Já em Berna falará o presidente do Banco Nacional Suíço, Thomas Jordan, num painel sobre política monetária no NZZ Swiss International Finance Forum. 


Dados económicos e corporate governance

Esta terça-feira teremos mais dados para medir o pulso às economias. Por cá, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga os índices de preços na produção industrial, relativos a Maio. Nos EUA serão divulgados os números da balança de contas correntes no primeiro trimestre.

Destaque ainda para o facto de o governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, ser orador numa conferência sobre corporate governance que decorre em Lisboa. 

 


Energia continua em foco

Decorre entre hoje e amanhã a Wells Fargo West Coast Energy Conference, em São Francisco, e contam-se entre os participantes nomes como o CEO da Halliburton, Jeff Miller, o presidente da Continental Resources, Jack Stark, e o CEO da Anadarko Petroleum, Al Walker.

Esta terça-feira será também dia de o Instituto Americano do Petróleo (API, que é uma entidade privada) divulgar as suas estimativas para os inventários de crude na semana passada nos Estados Unidos – que serão depois comparadas com os dados oficiais, no dia seguinte, apresentados pela Administração de Informação em Energia (sob a tutela do Departamento norte-americano da Energia). As cotações desta matéria-prima têm vindo a perder bastante terreno nas últimas sessões.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub