Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta quinta-feira as acções da energia estarão a mexer, depois de ontem ter sido anunciado que a EDP vendeu a sua posição na REN. Também a banca vai estar a reagir do outro lado do Atlântico, após a divulgação da segunda parte dos testes de stress às maiores instituições financeiras a operarem nos EUA. E há ainda vários indicadores económicos e relevo e a votação do programa de governo de Theresa May no Reino Unido.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro 29 de junho de 2017 às 07:30
EDP encaixa 51,2 milhões com venda de 3,5% da REN

A eléctrica liderada por António Mexia vendeu todas as acções que detinha da REN, deixando de deter qualquer participação no capital da empresa. O Fundo de Pensões da EDP, contudo, mantém uma posição de 1,5% na REN. 

A EDP anunciou ontem a decisão de vender toda a posição que detinha na REN, tendo encaixado 51,2 milhões de euros. A liquidação desta operação "terá lugar a 30 de Junho de 2017, através da entrega das acções contra o pagamento do respectivo preço à EDP", segundo o comunicado divulgado junto da CMVM.


O anúncio e os resultados sobre a concretização do negócio foram feitos depois do fecho da bolsa nacional, pelo que hoje as acções de ambas as empresas estarão a reagir.



Dia recheado de indicadores económicos

O dia será marcado pela publicação de vários indicadores que ajudarão a medir o pulso às economias. Por cá, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga os do Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação, em Maio, bem como os Inquéritos de Conjuntura às Empresas e aos Consumidores, em Junho.

Na Zona Euro será divulgada a confiança económica em Junho [anterior: 109,2 pontos; estimativa: 109,4 pontos] e na Alemanha teremos os valores do índice GfK, que mede a confiança dos consumidores, relativo a Julho.


Nos EUA, serão apresentados os números referentes à terceira estimativa do Produto Interno Bruto (PIB), no primeiro trimestre [anterior: 1,2% ; estimativa: 1,2%], bem como os pedidos de subsídio de desemprego na semana passada [anterior: 241 mil].



Só Capital One tropeçou nos testes de stress dos EUA

A Fed divulgou ontem os resultados da segunda parte dos testes de stress às maiores entidades financeiras a operarem nos EUA, sendo que 33 passaram e uma ficou com "aprovação condicionada".

Das 34 instituições analisadas, 33 passaram e o Capital One Financial Corp. teve "aprovação condicionada". Ou seja, terá de dar mostras adicionais para poder remunerar os seus accionistas. Assim, até 28 de Dezembro, o banco terá de mostrar à Fed que resolveu satisfatoriamente as suas debilidades – caso contrário terá de reapresentar o seu plano de capital à autoridade monetária do país e poder ficar impedido de distribuir dividendos.


Os resultados foram apresentados após o fecho de Wall Street, pelo que esta quinta-feira o sector financeiro estará a reagir em bolsa.


Programa de May votado na Câmara dos Comuns

No Reino Unido, a Câmara dos Comuns vai votar o programa de governo de Theresa May. A primeira-ministra britânica chegou no dia 26 de Junho a acordo com o Partido Democrático Unionista (DUP) da Irlanda do Norte, sem o qual os conservadores não disporiam de apoio maioritário na câmara baixa do Parlamento. Ontem, o governo de May passou com nota positiva no seu primeiro teste no parlamento britânico após as eleições gerais de 8 de Junho, ao derrotar uma emenda da oposição sobre as medidas de austeridade.

Recorde-se que o Reino Unido deverá abandonar em definitivo a União Europeia no final de Março de 2019, dois anos após o início oficial do procedimento de saída, quando May accionou o artigo 50.º do Tratado de Lisboa. A primeira discussão formal sobre o Brexit teve lugar em Bruxelas no passado dia 19 de Junho.

 


Century Fox compra Sky?

A secretária britânica da Cultura, Karen Bradley, anuncia hoje se a oferta de compra da 21st Century Fox sobre a Sky foi aprovada ou rejeitada. No passado dia 7 de Abril, a Fox tinha já sido autorizada por Bruxelas a comprar a Sky. Assim, o negócio de mais de 13 mil milhões de euros passou no crivo de Bruxelas, ficando então à espera da avaliação do Ofcom, o regulador britânico para o sector da comunicação social.

Ainda na área empresarial, a Nike e a retalhista Rite Aid Corp. apresentam hoje os seus resultados trimestrais.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Conselheiro de Trump 29.06.2017

Tenho 2 boas noticias para dar:a Belgica impos q nao se matasse mais animais para consumo sem q primeiro sejam anastesados,os arabes querem mortes a sangue frio(assim haviam de ser operados nos hospitais).A outra boa noticia e q voces vao estar 5 semanas sem o chato por vezes irritante Cons de Trump

pub