Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Os resultados continuam a centrar as atenções dos investidores. Hoje é dia de reacção aos números dos CTT e esperar pelas contas da Apple. Na economia vai saber-se como evoluiu o PIB da Zona Euro no segundo trimestre.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Nuno Carregueiro 01 de agosto de 2017 às 07:30
Acções dos CTT reagem a resultados

Após o fecho da sessão de ontem os CTT revelaram os resultados do primeiro semestre, período em que o resultado líquido desceu 44% para 17,7 milhões de euros, com a cotada a ser penalizada pela queda da área de negócio de correio, pela perda de receitas com o fim do contrato com a Altice e pela reestruturação em curso com a compra da Transporta.

 

Os resultados ficaram abaixo das estimativas dos analistas do CaixaBI, que apontavam para lucros de 20,6 milhões de euros. Nas perspectivas para o resto do ano, a gestão dos CTT adianta que a queda de tráfego de correio endereçado ficou acima do estimado, o que "coloca alguma pressão adicional para o segundo semestre, mas não indicia para já um agravamento da tendência de queda de tráfego".



Primeira estimativa para o PIB da Zona Euro

Depois de várias das principais economias terem já revelado a evolução do PIB no segundo trimestre, hoje é a vez do Eurostat divulgar a primeira estimativa para a evolução da economia no segundo trimestre. Os economistas apontam para um crescimento em cadeia de 0,6% (igual ao do trimestre anterior) e de 2,1% em termos homólogos (acima de 1,9% do primeiro trimestre). A maior economia europeia, de acordo com o ministério das Finanças alemão, terá crescido 0,6%, enquanto França já revelou que o PIB gaulês cresceu 0,5% em cadeia e em Espanha já se sabe que o crescimento acelerou para 0,9% (acima de 0,8% em cadeia no primeiro trimestre). O relatório do Eurostat será importante para perceber se a economia europeia continua a crescer a bom ritmo, dando margem para o BCE começar a retirar os estímulos.



Mota-Engil ganha contrato de 370 milhões

A cada notícia de que ganhou contratos de somas elevadas, as acções da Mota-Engil reagem habitualmente com valorizações em bolsa. O Negócios avança esta terça-feira que a empresa de António Mota apresentou o melhor preço no concurso lançado pelo Governo da Costa do Marfim para a recolha de resíduos e limpeza urbana em Abidjan, assegurando desta forma contratos no valor de cerca de 370 milhões de euros.


Apple mostra resultados


Depois de grande parte das tecnológicas norte-americanas ter já apresentado as contas do segundo trimestre, hoje é a vez da Apple revelar os números registados entre Abril e Junho, que deverão ter impacto não só nas acções da fabricante da Apple, bem como nas bolsas a nível global. Os analistas aguardam um aumento das receitas no terceiro trimestre fiscal devido ao aumento das vendas do iPhone 7, sendo que os investidores vão estar sobretudo atentos às estimativas para o actual trimestre, uma vez que já deverão sentir o impacto das vendas do próximo produto estrela da Apple (habitualmente lançado no final de Setembro). A empresa da maçã não será a única a revelar hoje as contas trimestrais, pois também a Pfizer, Sprint, BP e Sony vão anunciar resultados.

 


Santander Totta fecha contas da banca

Na bolsa portuguesa a época de resultados está prestes a sofrer um interregno devido às férias (a Corticeira Amorim publica os números amanhã e depois será a Sonae só a 24 de Agosto), sendo que fora das empresas cotadas hoje é a vez do Santander Totta mostrar os números do segundo trimestre. Ao contrário do habitual, a unidade lusa do banco espanhol publica os números do trimestre já depois dos rivais (Novo Banco, CGD e BCP), pelo que será boa altura para perceber se a integração do Banif e do Popular levarão o Santander Totta a superar os rivais em mais algum indicador.




pub