Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta terça-feira os investidores estarão atentos ao reporte de mais resultados de empresas. Em foco estarão sobretudo os sectores petrolífero e automóvel.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro Rita Faria 08 de agosto de 2017 às 07:30
Volatilidade das acções americanas cai para mínimos de quase 50 anos

Desde o final da década de 1960 que a volatilidade do mercado norte-americano não era tão baixa. De acordo com o Financial Times, a volatilidade do S&P 500, medida num período de dez dias, desceu esta segunda-feira, 7 de Agosto, para 2,43%, o valor mais baixo desde 14 de Fevereiro de 1969. A publicação destaca que a notável tranquilidade dos mercados este ano está a ser exacerbada pela calma habitual do período de Verão.

Também o índice VIX, que mede a volatilidade esperada no curto prazo – ou seja o "nervosismo" dos investidores – está abaixo dos 10 pontos esta segunda-feira, depois de ter tocado num mínimo histórico de 8,84 pontos no passado dia 26 de Julho.



OCDE divulga indicadores avançados

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) divulga os seus indicadores compósitos avançados (que apontam para a tendência de melhoria ou abrandamento da actividade económica num período futuro entre seis a nove meses). Por outro lado, as bolsas asiáticas estarão a reagir sobretudo a dois dados apresentados hoje: a balança comercial de Julho na China e as contas correntes de Junho no Japão.

Por cá, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga  o índice de custos de construção de habitação nova e e o índice de preços de manutenção e reparação regular da habitação, em Maio.



Deutsche Post, Disney e Priceline confessam-se ao mercado

Nos EUA, prossegue a bom ritmo a apresentação de resultados trimestrais. No dia de hoje, destaque para a divulgação das contas da Disney e da Priceline.

Por seu turno, na Europa, o foco estará no reporte dos resultados da alemã Deutsche Post. 


Petróleo em foco

Termina esta terça-feira a reunião em Abu Dhabi entre membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e países fora do cartel. Isto numa altura em que os preços do crude têm estado a perder terreno no mercado internacional, a reflectir a especulação em torno da abundância de oferta no mercado, o que continua a ofuscar os esforços dos membros da OPEP para impulsionar os preços da matéria-prima através do corte de produção.

Ainda neste sector, a Agência Internacional da Energia (AIE) apresenta o seu outlook de curto prazo para o sector. Já o Instituto Americano do Petróleo (API, que é uma entidade privada) divulga as suas estimativas para os inventários de crude na semana passada nos Estados Unidos.

 


Mercado automóvel sob escrutínio

Entre hoje e amanhã realiza-se em Nova Iorque a Conferência Automóvel anual promovida pelo JPMorgan. Na edição deste ano, entre os oradores incluem-se os presidentes executivos da General Motors, Chuck Stevens, da Delphi Automotive, Kevin Clark, e da BorgWarner Inc., James Verrier.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub