Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta sexta-feira é dia fecho semanal das bolsas e os investidores continuam prudentes, num contexto de tensões acrescidas entre Washington e Pyongyang. A inflação na Alemanha, França, Itália e EUA estará também na ordem do dia.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro 11 de agosto de 2017 às 07:30
O fecho da semana nas bolsas: tensões levam a melhor?

Numa altura em que se tem observado uma escalada das tensões entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos, os mercados accionistas têm estado a reagir em baixa, com os investidores a preferirem optar pela prudência e a investirem em activos de refúgio como o ouro ou o franco suíço.

Esta sexta-feira será fecho de semana e o saldo poderá vir a ser negativo se a inversão de tendência prosseguir – isto após várias sessões em alta, com o Dow Jones de Wall Street, por exemplo, a ter mesmo marcado novos máximos históricos. 



Inflação domina as atenções

Esta sexta-feira, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga os índices de volume de negócios, emprego, remunerações e horas trabalhadas nos serviços, em Junho.

No resto da Europa, destaque para os valores finais dos índices de preços no consumidor na Alemanha, França e Itália, todos eles relativos a Julho.


Nos Estados Unidos serão também divulgados os números da inflação em Julho [anterior: 1,6%; estimativa: 1,8%].



Política monetária em destaque

Hoje o presidente da Reserva Federal de Dallas, Robert Kaplan, fala sobre a actual situação económica e sobre política monetária no Departamento de Contabilidade de Arlington da Universidade do Texas. Já o seu homólogo da Fed de Minneapolis, Neel Kashkari, estará presente numa sessão de perguntas e respostas na convenção anual da Comunidade de Banqueiros Independentes do Minnesota.

Ainda em matéria de política monetária, o governador do banco central da Austrália, Philip Lowe, discursa perante uma comissão parlamentar em Melbourne, onde dará o seu testemunho semestral.


AIE divulga relatório sobre petróleo

A Agência Internacional de Energia (AIE) publica hoje o relatório mensal sobre o mercado petrolífero. Por seu lado, a Baker Hughes, fornecedora norte-americana de serviços a campos petrolíferos, divulga o relatório semanal sobre o número de plataformas de petróleo e gás nos Estados Unidos.

Ainda no que diz respeito às matérias-primas, a Comissão norte-americana de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) reporta as posições semanais nos futuros e opções por parte dos operadores.

 


O escrutínio das agências de rating

O calendário de eventuais revisões das notações soberanas tem vários países em foco esta sexta-feira, 11 de Agosto. Recorde-se, contudo, que os relatórios sobre os ratings e perspectivas para as dívidas soberanas podem não ser publicados, uma vez que este agendamento é apenas indicativo.

A Moody’s poderá anunciar decisões relativamente aos ratings da África do Sul e da Eslováquia, ao passo que a S&P poderá pronunciar-se em relação a Angola e a Fitch poderá fazer o mesmo para a Finlândia e Malta. Já a canadiana DBRS poderá ter uma palavra a dizer sobre a evolução da qualidade da dívida soberana da Holanda.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub