Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

A Moody's vai pronunciar-se sobre o rating de Portugal e o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos avança com os números do mercado de trabalho, que podem dar continuidade à divulgação de bons indicadores sobre a maior economia do mundo.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Nuno Carregueiro 01 de setembro de 2017 às 07:30
Moody’s também sobe a perspectiva de Portugal?

A Moody’s pode pronunciar-se esta sexta-feira (depois do fecho de Wall Street) sobre o "rating" de Portugal, sendo que apesar de não ser expectável que a agência retire a classificação do nível de "lixo", os analistas admitem que pode seguir os passos da Fitch e melhorar a perspectiva. Desde 2014 que a Moody’s não mexe no "rating", sendo que se der o sinal positivo esta sexta-feira, fica mais próxima a saída de Portugal do "lixo". A Moody’s também prevê pronunciar-se hoje sobre Malta e a Fitch tem agendada a revisão do "rating" de Angola e da Alemanha. 



Reacção na bolsa aos últimos resultados

Foram várias as cotadas que esperaram pelo último dia para apresentar os resultados do primeiro semestre. Foi o caso da Ibersol (aumentou os lucros e superou as previsões dos analistas), da Reditus (passou de prejuízos a lucros), da Toyota Caetano (mais do que duplicou os lucros) e também da SAG (foi penalizada pela queda das vendas das marcas que representa em Portugal e duplicou os prejuízos). As cotações destas empresas vão hoje reagir aos números ontem publicados. 



Galp anuncia dividendo intercalar

A Galp Energia vai pagar o seu dividendo intercalar a partir de 21 Setembro. A petrolífera comunicou ontem a data e confirmou também o valor (25 cêntimos por acção), que já era aguardado, uma vez que a empresa tinha prometido remunerar os accionistas com um dividendo de 50 cêntimos relativos ao exercício actual. O restante será pago em 2018 (habitualmente em Abril ou Maio).


Emprego nos EUA

Os dados económicos positivos que foram nos últimos dias divulgados nos Estados Unidos têm sustentado a valorização das bolsas norte-americanas, que registam já uma série de cinco sessões em alta, que foram suficientes para colocar com sinal mais o saldo de Agosto em Wall Street. Depois da revisão em alta do crescimento do PIB no segundo trimestre, para 3%, hoje será conhecido como evoluiu o mercado de trabalho em Agosto. Os economistas esperam que tenham sido criados 180 mil novos empregos, com a taxa de desemprego a permanecer nos 4,3%. Também esta sexta-feira vão ser publicados mais dados económicos nos EUA: ISM para a indústria, confiança dos consumidores da Universidade de Michigan, gastos na construção e vendas de automóveis. 


PIB da Grécia e Itália

Na Europa também serão publicados dados económicos relevantes, com destaque para o PMI do sector industrial da Zona Euro, mas também para o PIB do segundo trimestre da Grécia e da Itália, duas das economias com pior desempenho da região.  




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 3 semanas

Nao faz falta arriscar aqui uma DUPLA sequer.O que e que so pode esperar dum pais que por cabeca deve quase 80.000 euros.Deixemos as ilusoes para as criancas e analfabetos.

pub