Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta sexta-feira, o destaque vai estar na possibilidade de a agência de notação financeira Standard & Poor’s poder elevar a perspectiva da evolução da dívida de longo prazo de Portugal, de estável para positiva.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro 15 de setembro de 2017 às 07:30
S&P avalia perspectiva do "rating" de Portugal

Duas semanas depois de a Moody's ter melhorado a perspectiva para a evolução do "rating" de Portugal, de estável para positiva, também a S&P pode manifestar-se no mesmo sentido. Esta agência tem o "rating" de Portugal a um nível de sair de lixo e é a única das três grandes ainda com perspectiva estável.

Ainda na Europa, há mais países que poderão ver mexidas no "outlook" ou na classificação da dívida soberana. A S&P poderá ainda pronunciar-se sobre a Áustria, Dinamarca, Finlândia e Luxemburgo, ao passo que a Moody’s poderá fazer o mesmo para a Irlanda. 



Ministros europeus das Finanças reunidos na Estónia

Os ministros das Finanças da Zona Euro e da União Europeia reúnem-se na sexta-feira e sábado em Tallinn, Estónia. Na agenda estará o aprofundamento das relações económicas e monetárias entre os países, bem como o desenvolvimento da União do Mercado de Capitais.

Nesta reunião em Tallinn vai também estar em cima da mesa dos ministros europeus das Finanças a possibilidade de multinacionais como a Google ou a Amazon pagarem impostos nos mercados onde actuam, além dos países onde estão fisicamente presentes.



Balança comercial centra as atenções na Zona Euro

Esta sexta-feira, teremos novos indicadores para medir o pulso às economias. Na Europa, o destaque vai para o saldo da balança comercial da Zona Euro em Julho [anterior: 22,3 mil milhões de euros], que será divulgado pelo Eurostat.

Nos Estados Unidos, serão publicados os números das vendas a retalho, em Agosto [anterior: 0,6%; estimativa: 0,1%], bem como a produção industrial, também relativa a Agosto [anterior: 0,2%; estimativa: 0,1%] e a confiança dos consumidores, medida pela Universidade de Michigan, em Setembro [anterior: 96,8 pontos; estimativa: 96,5 pontos].


Plataformas de crude e gás em foco nos EUA

A Baker Hughes, fornecedora norte-americana de serviços a campos petrolíferos, divulga o relatório semanal sobre o número de plataformas de petróleo e gás nos Estados Unidos.

Ontem, os preços do petróleo estiveram a subir, atingindo máximos de cinco meses em Londres, animados pelo facto de a Agência Internacional de Energia (AIE) ter revisto em alta as suas estimativas para a procura este ano, antecipando que esta deverá registar o maior aumento desde 2015, devido ao crescimento do consumo na Europa e Estados Unidos. A tendência irá prosseguir na sessão desta sexta-feira, voltando assim a sustentar as cotadas do sector?

Ainda no que diz respeito às matérias-primas, a Comissão norte-americana de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) reporta as posições semanais nos futuros e opções por parte dos operadores.

 


Rússia anuncia decisão de política monetária

O Banco da Rússia anuncia a sua decisão relativamente à taxa de juro directora, seguindo-se um briefing.

Ainda em matéria de política monetária, o Banco do Canadá apresenta as suas estatísticas financeiras semanais e a Colômbia divulga as actas da sua última reunião.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 5 dias

pessoal comprem bcp e não vão na conversa dos outros
vejam eu....... tenho um casamento eterno com este glorioso banco
não vão na conversa do caldeirão da bolsa aqui do jornal de negocios que dizem que bcp não vale mais de 20 centimos
eu acredito nesta esquerda em portugal
vão por mim, que acho que ainda não estou maluco nem psicotico
não tenham medo da guerra, que se ela vier bcp subira em flecha
não vendam com medo, aguentem
abraços

pub