Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

O dono do CaixaBank arranca o dia a revelar ao mercado quais as suas contas do terceiro trimestre do ano. Em Portugal, já após o fecho do mercado será a ver da Impresa reportar os seus números.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Sara Antunes 24 de outubro de 2017 às 07:30
Impresa apresenta resultados

Os números do terceiro trimestre do ano da dona da SIC só serão conhecidos após a bolsa fechar. O CaixaBI prevê que a Impresa reporte uma duplicação de prejuízos face há um ano. No acumulado dos nove meses a empresa de comunicação social terá registado um prejuízo de 1,3 milhões de euros, quando há um ano tinha reportado 600 mil euros.  



CaixaBank e McDonalds também vão revelar as contas

A Impresa não está sozinha na apresentação dos resultados do terceiro trimestre do ano. Entre as cotadas que divulgam os seus números esta terça-feira, 24 de Outubro, estão o CaixaBank, que pela primeira vez na história apresenta os resultados fora de Barcelona, e a McDonalds. 

No caso do banco catalão, o terceiro trimestre do ano finalizou com lucros de 649 milhões de euros, acima dos 517,7 milhões estimados pelos analistas, levando os primeiros nove meses a lucros de 1.488 milhões de euros.

A operação do português BPI - que controla desde Fevereiro - contribuiu em 103 milhões de euros para os resultados recorde no trimestre.



Juros em mínimos

As taxas de juro de Portugal voltaram a tocar em mínimos de Dezembro de 2015, bem como o spread da dívida face à alemã. Os investidores continuam a aliviar a pressão sobre o país, factor para o qual contribuiu o facto de a S&P ter retirado o rating do país de um patamar considerado de "lixo". 


Tudo de olhos postos nos bancos centrais

"Muito, muito em breve". Foi assim que Donald Trump respondeu aos jornalistas sobre quando vai revelar quem será o próximo presidente da Reserva Federal (Fed) dos EUA. E a especulação continua. Os cenários vão desde o responsável escolher um perfil mais moderado até optar por um responsável mais duro, no que à política monetária diz respeito. Na Europa, esta semana será marcada pela reunião do Banco Central Europeu (BCE) e os investidores têm estado a posicionar-se para um anúncio do início da retirada de estímulos por parte do banco central. 

 


Indicadores medem pulso à economia

Esta terça-feira será divulgado o indicador para o sector dos serviços, o PMI, que revela como se está a comportar este que é um dos sectores mais importantes da economia europeia.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub