Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Os investidores vão reagir aos números apresentados pela Impresa e vão aguardar que a Jerónimo Martins revele como correu o terceiro trimestre do ano. O dia será marcado pela divulgação de vários resultados de cotadas. E pelo início da reunião do BCE.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Sara Antunes 25 de outubro de 2017 às 07:30
Impresa reduz prejuízos

A dona da SIC revelou, já após o fecho da sessão, que os seus prejuízos diminuíram. A Impresa fechou os primeiros nove meses do ano com um prejuízo de 165 mil euros, o que compara com as perdas de 585 mil euros reportadas há um ano. Estes números foram bastante melhor do que o que estava a ser antecipado pelos analistas do CaixaBI, que antecipavam que a Impresa duplicasse os prejuízos para cerca de 1,3 milhões.



Jerónimo Martins apresenta resultados

Esta quarta-feira será a vez da Jerónimo Martins revelar os seus resultados do terceiro trimestre. A retalhista, dona do Pingo Doce, vai publicar os seus números após o fecho do mercado, sendo que o CaixaBI estima que a empresa tenha fechado os primeiros nove meses do ano com um lucro de 292 milhões de euros, o que representa uma quebra de 42% face ao ano passado.

 

Mas a Jerónimo Martins não estará sozinha na divulgação de resultados esta quarta-feira. No resto da Europa, entre as principais cotadas destaque para o Lloyds, a Deutsche Lufthansa, a GlaxoSmithKline e a Heineken. Nos EUA serão conhecidos os números da Visa, da Coca-Cola e da Boeing.



CaixaBI prevê subida de lucros da Navigator

O CaixaBI antecipa que a Navigator tenha fechado os primeiros nove meses deste ano com lucros de 144,3 milhões de euros, uma subida de 7,5% face ao resultado líquido de 134,3 milhões registado no mesmo período do ano passado. Entre Janeiro e Setembro, as receitas terão atingido os 1.216,9 milhões de euros, o que compara com os 1.155,4 milhões do período homólogo. A Navigator vai revelar os números até Setembro na próxima quinta-feira, 26 de Outubro. 


Catalunha continua sob os holofotes

O futuro da Catalunha é ainda incerto. Madrid já disse que ia accionar o artigo 155 da Constituição, suspendendo os poderes do Executivo catalão. Mas a Catalunha parece ter uma carta na manga. E essa carta é a convocação de eleições antecipadas, o que servirá para impedir que Madrid passasse a controlar a região. O governo de Rajoy estará disposto a aceitar deixar cair o artigo 155 se além de eleições a Generalitat regressar à legalidade.

 


Sob e desce cambial

O euro e o dólar têm oscilado entre ganhos e perdas. O euro condicionado pelo que o BCE vai decidir. A reunião do banco central começa esta quarta-feira e prevê-se que na quinta-feira seja anunciado o plano de retirada dos estímulos à economia, mais precisamente o início do corte do programa de compra de activos. Já o dólar tem oscilado devido à futura liderança da Reserva Federal (Fed) dos EUA. Donald Trump já prometeu um anúncio em breve, mas o mercado continuar a especular sobre quem sucederá a Janet Yellen, em Fevereiro, se é que Yellen não renove o mandato. As conjunturas são várias: desde um presidente defensor de juros baixos ao seu oposto. O que tem afectado a negociação da moeda americana.

(Correcção: Notícia corrigida às 10:26 para alterar o título referente à Navigator. O CaixaBI prevê um aumento de lucros e não uma queda)




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
5640533 Há 3 semanas

No caso da Impresa, grandes analustas os da Caixa BI. Vamos ver como se safam com as outras previsões.

pub