Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

A evolução do PIB dos Estados Unidos no terceiro trimestre deverá marcar o dia nos mercados, mas os investidores continuam com muitos resultados trimestrais para analisar.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Nuno Carregueiro 27 de outubro de 2017 às 07:30
PIB do EUA abranda?

O Departamento do Comércio dos Estados Unidos vai revelar esta sexta-feira a variação do produto interno bruto (PIB) da maior economia do mundo, um dado que deverá marcar o rumo dos mercados nesta sessão. A estimativa dos economistas aponta para um abrandamento, com o PIB a crescer a um ritmo anual de 2,5% entre Julho e Setembro, o que compara com a taxa de crescimento de 3,1% registada no segundo trimestre.



BCE continua na agenda

Depois da tão aguardada reunião de ontem do Banco Central Europeu, hoje são vários os responsáveis do banco central que têm discursos agendados: Peter Praet e Ewald Nowotny vão marcar presença numa conferência em Frankfurt sobre união económica e monetária. Ontem o BCE anunciou que prolongará o programa de compra alargada de activos pelo menos até Setembro de 2018, mas apenas a 30 mil milhões de euros por mês, metade dos actuais 60 mil milhões.


Tecnológicas dão boas notícias aos investidores

Aguardava-se com expectativa o fecho da sessão em Wall Street, pois eram várias as cotadas do sector tecnológico que iriam mostrar as contas do primeiro trimestre. E as notícias foram positivas, pois Alphabet, Amazon, Microsoft e Intel apresentaram números que surpreenderam pela positiva, levando as acções destas quatro cotadas a negociarem em alta no mercado "after-hours", indicando um efeito positivo na negociação bolsista nos mercados accionistas esta sexta-feira.


Prossegue a chuva de resultados

Para esta sexta-feira estão agendadas apresentações de resultados de diversas cotadas relevantes, que poderão fazer mexer as bolsas. Na Europa serão revelados os resultados do UBS, da Volkswagen e da Total. Nos Estados Unidos a Exxon Mobil, a Chevron e a Merck também vão publicar as cotas do terceiro trimestre. Em Portugal será a vez da Caixa Geral de Depósitos anunciar os resultados do terceiro trimestre.

 


Rating do Reino Unido pode mexer

Sexta-feira é dia das agências de "rating" se pronunciarem e hoje estão na agenda várias decisões relevantes. A Standard & Poor’s tem prevista a actualização da notação financeira da Alemanha, Itália e Reino Unido; a Fitch poderá mexer no rating da Letónia, Holanda e Reino Unido; enquanto a Moody’s poderá alterar a notação da Finlândia e Holanda. Fora na Europa destaque para a actualização do rating da Fitch para Moçambique. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar