Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta quinta-feira serão divulgados dados relativos ao mercado laboral nos EUA, nomeadamente a criação de emprego em Dezembro e os pedidos de subsídio de desemprego na semana passada. Os investidores continuam também atentos aos recordes da bolsa portuguesa e dos principais índices de Wall Street.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
PSI-20 toca em máximos de dois anos

O principal índice da bolsa de Lisboa terminou a sessão de quarta-feira em terreno positivo, a subir 1,25%, em linha com as principais praças europeias.

O PSI-20 tocou, durante a sessão, no valor mais elevado em mais de dois anos, sustentado sobretudo por títulos como o BCP, Pharol, CTT e Mota-Engil.



BCP renova auges de Agosto de 2016

O banco liderado por Nuno Amado terminou a sessão de ontem a valorizar 2,68% para 28,75 cêntimos, tendo chegado a negociar nos 29,2 cêntimos, o valor mais alto desde Agosto de 2016.

Operadores contactados pelo Negócios destacaram dois factores que ajudam a explicar este comportamento das acções do BCP: melhoria da economia e incerteza no sector da energia. Mas há outras questões.



Recordes em Wall Street vão continuar?

Os principais índices bolsistas dos EUA fecharam em alta na sessão de ontem, atingindo durante a sessão novos recordes de sempre. O S&P 500 superou mesmo o patamar psicológico dos 2.700 pontos.


As praças do outro lado do Atlântico estiveram a ser impulsionadas sobretudo pelos títulos ligados às tecnologias – cujo sector foi o que teve melhor desempenho nas bolsas dos EUA em 2017, com uma escalada de 37%. Em destaque na valorização das cotadas tecnológicas estiveram a Oracle e IBM, com subidas superiores a 2,5%, animadas por revisões em alta das recomendações para as suas acções por parte de sociedades de corretagem.


Petróleo escala para valores de Junho de 2015

A expectativa de que os inventários de crude tenham recuado esteve ontem a animar a negociação dos preços do petróleo, que se fixaram em máximos de dois anos e meio.

Esta quinta-feira serão publicados os dados do governo norte-americano sobre as reservas de gasolina e crude na semana passada e os analistas consultados pela Bloomberg esperam que os "stocks" de crude tenham caído em cinco milhões de barris. 

 


Criação de emprego em destaque nos EUA

Hoje e amanhã serão divulgados importantes indicadores relativos à criação de emprego na economia norte-americana. O relatório da ADP apresentado esta quinta-feira deverá mostrar a evolução das contratações no último mês do ano e saber-se-á também em que ponto estão os pedidos de subsídio de desemprego. Amanhã será divulgada a taxa de desemprego e a média de horas trabalhadas no país. Os economistas consultados pela agência Bloomberg antecipam que o desemprego nos EUA tenha permanecido estável em 4,1%, no final do ano.

Na Zona Euro, por seu lado, teremos a divulgação do índice PMI para os serviços da Markit.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar