Investidor Privado A semana dia-a-dia: Bancos centrais dominam agenda dos investidores

A semana dia-a-dia: Bancos centrais dominam agenda dos investidores

A semana será marcada pela publicação das minutas das últimas reuniões de Fed e BCE. Além disso, em destaque estarão também os discursos de alguns membros destas autoridades monetárias.
A semana dia-a-dia: Bancos centrais dominam agenda dos investidores
Andrew Harrer/Bloomberg
Raquel Godinho 19 de novembro de 2017 às 19:00
Segunda-feira Ministros europeus discutem Brexit
A saída do Reino Unido da União Europeia continua a ser um tema seguido com particular atenção pelos investidores. Esta segunda-feira, os ministros europeus dos Negócios Estrangeiros reúnem-se em Bruxelas para discutir o Brexit e serão actualizados sobre o rumo das negociações por parte do negociador europeu, Michel Barnier. Além disso, serão decididas as novas localizações da Autoridade Bancária Europeia (EBA) e da Agência Europeia do Medicamento. 

Terça-feira Venda de casas usadas em alta nos EUA

Nos Estados Unidos, a semana será também marcada pelo Dia de Acção de Graças, que será comemorado na quinta-feira. Nesse dia, as bolsas estarão encerradas. Mas antes os investidores vão avaliar com atenção os indicadores económicos que serão publicados. Na terça-feira, o Departamento do Comércio divulga a evolução das vendas de casas usadas, em Outubro. As estimativas dos economistas consultados pela agência Bloomberg apontam para que estas tenham aumentado 0,2%. 

Quarta-feira Fed publica minutas da última reunião
A Reserva Federal dos Estados Unidos publica, esta quarta-feira, as minutas da sua última reunião de política monetária. Neste encontro, decidiu manter inalterada a taxa de juro de referência. Contudo, os investidores pretendem avaliar com atenção as perspectivas dos membros do banco central quanto ao rumo da economia e do preço do dinheiro. O consenso do mercado aponta para uma nova subida da taxa de juro na próxima reunião de Dezembro. 
 

Quinta-feira Relatos da última reunião do BCE
Na quinta-feira, e com os mercados norte-americanos encerrados devido ao Dia de Acção de Graças, os investidores voltam as suas atenções para os relatos da última reunião do Banco Central Europeu (BCE). Foi neste encontro que Mario Draghi anunciou a decisão de cortar o valor mensal das compras de activos, mas prolongou o programa por mais nove meses.  

Quinta-feira OPEP discute o mercado petrolífero

Está prevista para 30 de Novembro uma reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP). E, ao longo dos últimos meses, aumentou a expectativa de que, neste encontro, os membros do cartel decidam prolongar os cortes de produção acordados na reunião do ano passado. Mas, antes deste encontro, o comité económico da OPEP reúne, já esta quinta-feira, para avaliar a situação do mercado petrolífero e as estimativas para a procura no Inverno.  
 

Sexta-feira Membro do BCE fala em Frankfurt
Danièle Nouy, que lidera o Mecanismo Único de Supervisão (sistema de supervisão bancária da União Europeia), estará presente numa conferência em Frankfurt, no final da semana. Mas, antes disso, na terça-feira, Benoit Coeure, membro do conselho executivo do BCE, discursa também em Frankfurt. Um dia antes, é a vez do vice-presidente da instituição, Vítor Constâncio. Também Mario Draghi, o presidente do BCE, discursa na segunda-feira, mas em Bruxelas. Declarações que serão seguidas com atenção pelos investidores.   



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub