Investidor Privado A semana dia-a-dia: EUA e OPEP centram atenções dos investidores

A semana dia-a-dia: EUA e OPEP centram atenções dos investidores

A semana será marcada por vários acontecimentos importantes nos EUA, como a aprovação do novo presidente da Fed no Senado. Além disso, as atenções estarão também na reunião da OPEP.
A semana dia-a-dia: EUA e OPEP centram atenções dos investidores
Raquel Godinho 26 de novembro de 2017 às 18:50
Segunda-feira Votação da reforma fiscal dos EUA
De acordo com a agência Bloomberg, prevê-se que o Senado norte-americano debata e vote, esta segunda-feira, a sua reforma fiscal que foi aprovada pela Câmara dos Representantes a 16 de Novembro. A proposta desenhada pela Câmara dos Representantes passou, com 227 votos a favor, numa altura em que o Senado desenhava também a sua própria proposta para a reforma fiscal prometida por Donald Trump. Também está previsto que aconteça esta semana o encontro do Presidente Trump com os líderes do Congresso.  

Terça-feira Aprovação do novo presidente da Fed

Donald Trump nomeou, no início do mês, Jerome Powell como novo presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos, sucedendo a Janet Yellen. Para terça-feira, está prevista a sua confirmação pelo Senado. Caso esta se confirme, será o primeiro presidente da Fed, em quase quatro décadas, que não é licenciado em Economia. E será a primeira vez em quatro décadas que um presidente da Fed não cumpre um segundo mandato. No dia seguinte, Janet Yellen discursa no Congresso. 

Quarta-feira PIB dos EUA terá acelerado
O Departamento do Comércio divulga, na quarta-feira, a evolução do produto interno bruto (PIB), no terceiro trimestre. Trata-se da segunda estimativa. Segundo as previsões dos economistas ouvidos pela Bloomberg, a economia terá crescido 3,2% face ao ano passado, o que supera a anterior estimativa de um crescimento de 3%. No final de quarta-feira, será ainda conhecido o Livro Bege da Fed sobre a evolução da economia.  
 

Quinta-feira Mercado espera mais cortes da OPEP
Um dos eventos mais aguardados da semana diz respeito à reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), em Viena. Este tem sido um encontro sobre o qual se tem especulado muito, nas últimas semanas. E as declarações de vários representantes do cartel fazem antecipar que seja acordado o prolongar dos corte de produção acordados em Novembro do ano passado. Estes cortes terminam em Março do próximo ano. A expectativa de um prolongar dos cortes tem mantido o petróleo próximo de máximos de dois anos.   

Quinta-feira Ibersol apresenta contas trimestrais

Na bolsa nacional, as atenções dos investidores deverão também voltar-se para a época de resultados. Na quinta-feira, serão conhecidos os resultados do terceiro trimestre da Ibersol, a última empresa do PSI-20, índice de referência da bolsa nacional, a prestar contas ao mercado. As 14 empresas que já apresentaram resultados obtiveram lucros de 2.853 milhões de euros, até Setembro, mais 48,5% do que no período homólogo.   
 

Sexta-feira Dijsselbloem revela candidatos a sucessor
Esta sexta-feira é feriado em Portugal, mas Jeroen Dijsselbloem, o presidente do Eurogrupo ainda em funções, deverá revelar os nomes dos candidatos à sua sucessão. As candidaturas à presidência do Eurogrupo terminam a 30 de Novembro. Recentemente, António Costa revelou que a decisão sobre a candidatura de Mário Centeno à presidência do Eurogrupo será tomada "no momento próprio".    



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub