Investidor Privado A semana dia-a-dia: Investidores atentos a contas e indicadores

A semana dia-a-dia: Investidores atentos a contas e indicadores

A semana arranca com os mercados dos EUA encerrados. Os indicadores económicos e os resultados do sector financeiro voltarão a estar em destaque na agenda dos investidores.
A semana dia-a-dia: Investidores atentos a contas  e indicadores
Reuters
Raquel Godinho 14 de janeiro de 2018 às 19:00
Segunda-feira Indicadores da Zona Euro em destaque
Os mercados dos Estados Unidos estarão encerrados na primeira sessão da semana devido à comemoração do feriado de Martin Luther King. E, deste lado do Atlântico, as atenções dos investidores estarão voltadas para a divulgação de indicadores macroeconómicos. O Eurostat vai divulgar o saldo da balança comercial, da Zona Euro, em Novembro. No mês anterior, este indicador atingiu os 19 mil milhões de euros. Em Portugal, o Instituto Nacional de Estatística (INE) publica as estatísticas do emprego.  

Terça-feira Bancos continuam a apresentar contas nos EUA

Na semana passada, o JPMorgan deu o "pontapé de saída" na época de apresentação de resultados. Esta semana, as contas do sector financeiro vão continuar no centro das atenções dos investidores. Na terça-feira, o gigante Citigroup também revela os resultados do quarto trimestre do ano passado. E, nos dias seguintes, serão ainda reveladas as contas do Bank of America, Goldman Sachs, Morgan Stanley e American Express. Em destaque estarão, na quarta-feira, as contas da Alcoa que habitualmente é a primeira empresa a divulgar resultados.  

Quarta-feira Fed divulga Livro Bege
A política monetária também estará, esta semana, no centro das atenções dos investidores. Na quarta-feira, a Reserva Federal dos Estados Unidos publica o Livro Bege sobre a evolução da economia. Um documento que é seguido com atenção pelos investidores para anteciparem as próximas decisões do maior banco central do mundo.  
 

Quarta-feira Membro do BCE discursa em Viena
Ainda na quarta-feira, Ewald Nowotny, membro do Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE), discursa numa conferência em Viena. Palavras que serão seguidas com especial atenção depois de, na semana passada, terem sido conhecidos os relatos da última reunião de política monetária, realizada em Dezembro. De acordo com este documento, os responsáveis do BCE mostraram abertura para ao longo deste ano ajustar a sua comunicação com o mercado para sinalizar uma retirada dos estímulos monetários de forma mais célere do que o previsto actualmente. Além disso, entre os responsáveis do banco central é "amplamente partilhada" a ideia de que a comunicação terá de evoluir ao longo do ano em linha com as perspectivas para o crescimento e a inflação.  

Quinta-feira OPEP divulga relatório mensal

Numa altura em que os preços do petróleo negoceiam em máximos de Dezembro de 2014, na ordem dos 70 dólares por barril em Londres, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) publica o relatório mensal sobre o mercado. Um documento que poderá ter impacto na evolução dos preços da matéria-prima nos mercados de referência.  

Sexta-feira Consumidores dos EUA mais confiantes
A semana termina com a divulgação da confiança dos consumidores dos Estados Unidos, medida pela Universidade de Michigan, em Janeiro. Os economistas consultados pela Bloomberg apontam para uma subida deste índice para 97 pontos face aos 95,9 pontos registados no mês anterior. Será a primeira subida em três meses. 



pub