Mercados A semana dia-a-dia: Investidores atentos ao regresso aos mercados

A semana dia-a-dia: Investidores atentos ao regresso aos mercados

Portugal volta ao mercado para emitir dívida a longo prazo, esta quarta-feira. Este é um dos principais eventos de uma semana marcada também pela apresentação de resultados das empresas.
A semana dia-a-dia: Investidores atentos ao regresso aos mercados
Raquel Godinho 05 de novembro de 2017 às 19:00
Segunda-feira Ecofin reúne em Bruxelas
Os ministros das Finanças da Zona Euro reunem-se, esta segunda-feira, em Bruxelas. Na agenda do encontro estão as discussões sobre a União Bancária e as regras orçamentais da União Monetária. Para o dia seguinte, como habitual, está agendada a reunião dos ministros das Finanças da União Europeia. Deverão discutir também temas relacionados com a integração dos mercados de capitais e a supervisão financeiras.

Terça-feira Contas em destaque na bolsa de lisboa

A semana continuará a ser marcada pela apresentação de resultados na bolsa nacional. Na terça-feira, a Corticeira Amorim divulga os números dos primeiros nove meses do ano. O Haitong estima que a empresa tenha obtido lucros de 54 milhões de euros, neste período. Um montante que representa uma subida de 54% face ao mesmo período do ano passado. Um dia depois é a vez da Nos divulgar os seus resultados.

Terça-feira Fórum do BCE em Frankfurt

O Banco Central Europeu (BCE) agendou para esta terça-feira um Fórum sobre Supervisão Bancária. Entre os oradores estão o presidente da instituição, Mario Draghi, bem como outros membros do BCE como Sabine Lautenschlaeger, Daniele Nouy e Ignazio Angeloni. Na quinta-feira, a autoridade monetária publica o seu Boletim Económico.

Quarta-feira Portugal regressa aos mercados
O Estado português vai pedir entre 1.000 e 1.250 milhões de euros emprestados a investidores, na próxima quarta-feira. As obrigações do Tesouro que serão leiloadas têm reembolso previsto para daqui a nove anos e meio. No programa de financiamento para o quarto trimestre, o Tesouro liderado por Cristina Casalinho  previa leilões de obrigações do Tesouro, precisamente com aquele intervalo de montante a arrecadar. Na última emissão de obrigações do Tesouro, o IGCP colocou 500 milhões de euros em títulos a cinco anos (com uma "yield" média de 0,916%), e 750 milhões em títulos com maturidade igualmente em Abril de 2027 ("yield" média de 2,327%).
 

Quinta-feira Negociações do brexit retomadas
O negociador do lado da Comissão Europeia, Michel Barnier, e o responsável britânico, David Davis, retomam as negociações em relação à saída do Reino Unido da União Europeia. O encontro está agendado para esta quinta-feira, em Bruxelas.

Sexta-feira Resultados marcam ritmo das bolsas

A semana será marcada pela apresentação de resultados de grandes empresas europeias e americanas. Na sexta-feira, é a vez da Allianz. Mas antes dela várias cotadas vão revelar os números relativos aos primeiros nove meses do ano. Estão previstos os resultados de companhias como a Toyota Motor, a BMW, a Walt Disney, a Adidas, a Siemens, o Intesa Sanpaolo, o Banca Monte dei Paschi di Siena e o Credit Agricole. 



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub