Mercados num minuto Abertura de mercados: Bolsas com a pior semana desde Novembro com tensão entre EUA/Coreia

Abertura de mercados: Bolsas com a pior semana desde Novembro com tensão entre EUA/Coreia

A troca de ameaças entre os EUA e a Coreia do Norte continua a dominar os investidores. As bolsas europeias preparam-se para a pior semana desde Novembro. Já o ouro, onde os investidores se estão a refugiar, está a registar a maior subida semanal desde Maio.
Abertura de mercados: Bolsas com a pior semana desde Novembro com tensão entre EUA/Coreia
Reuters
Sara Antunes 11 de agosto de 2017 às 09:16

Os mercados em números

PSI-20 cai 0,57% para 5.222,53 pontos

Stoxx 600 desce 0,69% para 373,45 pontos

Nikkei esteve encerrado devido a feriado no Japão

"Yield" a 10 anos de Portugal recua 2,2 pontos base para 2,846%

Euro desvaloriza 0,16% para 1,1753 dólares

Petróleo deprecia 0,48% para 51,65 dólares por barril

 

Bolsas europeias com a pior semana desde Novembro

As principais bolsas europeias mantêm a tendência de queda esta sexta-feira. O Stoxx 600, que agrega as 600 maiores cotadas europeias cai 0,69% para 373,45 pontos, elevando para mais de 2% a queda acumulada na semana. Este é assim o pior desempenho em cinco dias desde a semana terminada a 4 de Novembro de 2016. Este índice está a negociar no valor mais baixo desde Março de 2017.

 

Os investidores estão a reflectir os receios em torno da escalada de tensão entre os EUA e a Coreia do Norte, ainda esta quinta-feira, 10 de Agosto, o presidente dos EUA renovou as suas ameaças, afirmando que as suas ameaças de "fogo e fúria" contra a Coreia do Norte pelas suas provocações "talvez não tenham sido suficientemente fortes".

 

Estas tomadas de posições, que desde o início da semana têm sido constantes, têm levado a que os investidores se afastem dos activos considerados de maior risco e que apostem nos activos de refúgio, como é o caso do franco suíço ou do ouro.

Juros descem mais prémio de risco sobe

O prémio de risco da dívida nacional está no nível mais elevado desde 20 de Julho, numa altura em que a queda dos juros alemães é superior à da dívida portuguesa, numa altura em que os investidores tendem em reduzir o seu apetite por risco. E, neste caso, as obrigações alemãs beneficiam deste contexto.

 

A taxa de juro da dívida nacional a 10 anos cai 2,2 pontos para 2,486% e o prémio de risco está nos 2450 pontos, numa altura em que a bund para este prazo negoceia abaixo dos 0,4%.

 

Euro com a primeira queda em cinco semanas

Depois de nos últimos tempos a moeda única se ter fortalecido contra o dólar, esta semana perdeu força. Muito devido ao facto de os investidores estarem a tentar proteger-se, preferindo apostar, por exemplo, no franco suíço que é um activo de refúgio. Assim o euro desde 0,16% para 1,1753 dólares, elevando para 0,18% a queda acumulada na semana, o que corresponde à primeira descida semanal em cinco semanas.

 

Petróleo desce

As perspectivas de maior consumo por parte da OPEP levaram a uma subida dos preços do petróleo, que hoje está a aliviar dessa subida. Ainda assim, o barril do Brent, negociado em Londres e referência para Portugal, está a negociar nos 51,65 dólares, reduzindo para 9% a queda desde o início do ano.  

Também a justificar a desvalorização da matéria-prima está o receio dos investidores em relação à capacidade do corte à produção petrolífera decretado pelos países exportadores de petróleo (OPEP) para estabilizar o preço do crude. 

 

Ouro com a melhor semana desde Maio

Os investidores têm preferido refugiar-se no ouro, o que tem provocado subidas a esta matéria. O ouro está a negociar em máximos de 7 de Junho, acumulando um ganho semanal superior a 2%, o que representa a maior subida desde Maio.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
RE : anonimo 11.08.2017

AI ..... vai ..... VAI ..... está ..... ESCRITO .......

Anónimo 11.08.2017

Não. Não vai triplicar.

mas o que é que o MILENIUM BCP 11.08.2017

MAS O QUE É QUE O GRANDE O ENORME MILENIUM BCP TEM A VÊR COM ESTES DOIS PORCOS ARRUAÇEIROS O MILENIUM BCP VAI TRIPLICAR ATÉ AO FIM DO ANO

dr.bcp 11.08.2017

re. g tens razao estes investidores sao uns maricas se vier uma nortada esles borram - se todos

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub