Mercados num minuto Abertura dos mercados: Acções europeias com maior série de ganhos em mais de dois anos

Abertura dos mercados: Acções europeias com maior série de ganhos em mais de dois anos

As bolsas europeias estão em alta pela nona sessão consecutiva, animadas pelos dados sobre a indústria nos EUA. O petróleo está em queda e o dólar já tocou em máximos de meados de Agosto.
Abertura dos mercados: Acções europeias com maior série de ganhos em mais de dois anos
Reuters

Os mercados em números

PSI-20 sobe 0,39% para 5.420,10 pontos

Stoxx 600 ganha 0,03% para 390,24 pontos

Nikkei valorizou 1,05% para 20.614,07 pontos

Juros da dívida portuguesa a dez anos recuam 0,5 pontos para 2,423%

Euro sobe 0,09% para 1,1743 dólares

Petróleo em Londres cai 0,25% para 55,98 dólares o barril

Acções europeias com maior série de ganhos desde Julho de 2015 

Os principais mercados accionistas europeus estão a negociar em alta esta terça-feira, 3 de Outubro, prolongando o optimismo da sessão norte-americana, em que os maiores índices atingiram novos recordes. As acções foram animadas pela divulgação de dados que mostram que o crescimento da actividade industrial nos Estados Unidos atingiu, em Setembro, o nível mais alto em mais de 13 anos.

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, ganha 0,03% para 390,24 pontos na nona sessão consecutiva de subidas, a mais longa série de valorizações desde Julho de 2017.

Em Lisboa, o PSI-20 sobe 0,39% para 5.420,10 pontos – o valor mais alto desde Dezembro de 2015 – animado sobretudo pela Mota-Engil, CTT e Nos.

Juros pouco alterados na Europa
Os juros da dívida dos países do euro oscilam entre subidas e descidas pouco acentuadas, depois de as yields de Espanha terem atingido máximos de Julho, na sequência do referendo na Catalunha, que deu vitória ao "sim".

Nesta altura, os juros das obrigações espanholas a dez anos sobem1,2 pontos para 1,706%, enquanto a ‘yield’ dos títulos portugueses com a mesma maturidade desce 0,5 pontos para 2,423%.

Na Alemanha, os juros avançam 1,6 pontos para 0,467%.  

Dólar sobe com sinais de fortalecimento económico
A moeda americana está a subir contra a maioria das principais moedas mundiais, a reflectir os dados económicos positivos divulgados já esta semana. A melhoria da economia aumenta a expectativa em torno de uma subida de juros nos EUA já em Dezembro. 


O índice do dólar contra as principais moedas mundiais está em máximos de Agosto. Ao mesmo tempo, a situação política em Espanha, com o referendo na Catalunha, está a deixar os investidores mais cautelosos com a Europa. Ainda assim, o euro consegue manter-se em terreno positivo, subindo 0,09% para 1,1743 dólares.

 

Petróleo cai com aumento da produção da OPEP
O petróleo está em queda pela segunda sessão consecutiva, penalizado pelo aumento da produção da OPEP, principalmente do Kuwait e da Arábia Saudita.

O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, desce 0,16% para 50,50 dólares enquanto o Brent, transaccionado em Londres, recua 0,25% para 55,98 dólares.

A OPEP produziu 32,83 milhões de barris por dia, em Setembro, mais 120 mil do que em Agosto. 

Ouro em mínimos de seis semanas
A subida do dólar está a retirar atractividade aos investimentos em ouro, com o metal precioso a recuar 0,08% para 1.270,11 dólares por onça, negociando em mínimos de seis semanas.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
MILENIUM BCP a 0.50 por AÇÃO Há 3 semanas





ATÉ ao FIM DESTE ANO DE 2017 o MILENIUM BCP irá ULTRAPASSAR os 0.50 por ação dia 15 de outubro os RATINGS do BCP e de PORTUGAL vão voltar a SUBIR os lucros do 3 TRIMESTRE já triplicaram em relação ao 1 º os JUROS vão começar a SUBIR

pub