Mercados num minuto Bolsa de Madrid recupera. Euro e petróleo em alta

Bolsa de Madrid recupera. Euro e petróleo em alta

Arranque de sessão no verde para as bolsas europeias, com os ganhos a serem comandados pela bolsa de Madrid, que recupera parte do tombo sofrido na véspera. O dia está também a ser de recuperação para o euro e petróleo.
Bolsa de Madrid recupera. Euro e petróleo em alta
Nuno Carregueiro 05 de outubro de 2017 às 09:29

Os mercados em números

PSI-20 sobe 0,24% para 5.398,64 pontos

Stoxx 600 cede 0,16% para 389,77 pontos

Nikkei valorizou 0,01% para 20.628,56 pontos

"Yield" a 10 anos de Portugal sobe 1,7 pontos base para 2,433%

Euro sobe 0,1% para 1,1771 dólares

Petróleo avança 0,22% para 55,92 dólares por barril

 

Madrid em alta após maior queda desde o referendo do Brexit

A sessão de hoje na bolsa espanhola está para já a ser marcada pela recuperação, depois de ontem o IBEX35 ter afundado quase 3%, naquela que foi a maior descida diária desde o referendo sobre o Brexit, em reacção às notícias que davam conta que Carles Puigdemont poderá avançar com uma declaração unilateral de independência da Catalunha na próxima segunda-feira. O presidente do Governo catalão, num discurso efectuado ontem à noite, adoptou uma postura mais conciliatória, o que aliado à subida de Wall Street para novos recordes, contribui para a recuperação da bolsa madrilena.

 

O IBEX35 valoriza 0,56% para 10.020,9 pontos. As acções do CaixaBank, que ontem foram das mais penalizadas, avançam 0,56% para 3,935 euros. O sector energético é que mais impulsiona o índice espanhol, com a Iberdrola, REE e Endesa a marcarem ganhos próximos dos 2%. Em Lisboa também é o sector energético que leva o PSI-20 a subir 0,24% para 5.398,64 pontos.

 

Entre os índices europeus o DAX é o único que negoceia em terreno negativo, com uma queda de 0,17%, depois de ontem ter tocado em máximos históricos. A tendência negativa das cotadas alemãs é suficiente para o Stoxx600 também evoluir em queda, com o índice a ceder 0,16% para 389,77 pontos.

 

Juros em alta ligeira

Os juros das obrigações espanholas também têm sido afectados pela crise na Catalunha, sendo que esta quinta-feira estão pouco alterados. A "yield" dos títulos a 10 anos sobem 1 ponto base para 1,792%, sendo que nas obrigações lusas com a mesma maturidade a tendência é a mesma, com um agravamento de 1,7 pontos base para 2,433%. Com os juros das obrigações alemãs igualmente em alta ligeira, o "spread" das obrigações do Tesouro face às bunds segue estável nos 197 pontos base.

 

Euro sobe antes de relatos do BCE

A moeda europeia está a negociar em alta ligeira, com uma subida de 0,1% para 1,1771 dólares, numa sessão em que os investidores vão estar atentos aos relatos da reunião de 7 de Setembro do BCE, que podem deixar indícios sobre se as decisões tomadas pela autoridade monetária foram consensuais no Conselho de Governadores e dar mais informação sobre como o BCE está a preparar o processo de retirada dos estímulos.

 

O dólar tem oscilado em função de quem o mercado vê como favorito para suceder a Janet Yellen na Reserva Federal dos EUA. Além disso, os investidores estão na expectativa sobre os dados do emprego que serão divulgados sexta-feira e poderão deixar pistas sobre os próximos passos da Fed.

 

Segundo uma notícia do Politico divulgada esta quarta-feira, o próximo presidente da Fed poderá ser Jerome Powell, defensor de políticas monetárias mais suaves. Antes deste nome, o mercado dava o favoritismo a Kevin Warsh, que é visto como partidário de políticas mais restritivas, segundo analistas citados pela Reuters.

     

Petróleo recupera de mínimo de duas semanas

No mercado petrolífero a tendência também é de recuperação, depois de ontem a matéria-prima ter tocado em mínimos de duas semanas, em reacção à subida das exportações de crude nos Estados Unidos para níveis recorde.

 

O Brent, que é negociado em Londres, avança 0,22% para 55,92 dólares. Em Nova Iorque o  WTI avança 0,02% para 49,99 dólares.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
BCP a 0.275 é já na sexta - feira 05.10.2017




para a semana com mais uma subida de RATINGS do MILENIUM BCP e de PORTUGAL o BCP irá passar a ponte dos 0.30 a PONTE para a ETERNIDADE que só parará nos 0.50 no fim do ano com + umas subidas de RATINGS a 20 de DEZEMBRO

pub