Mercados num minuto Abertura dos mercados: Euro aproxima-se dos 1,19 dólares em dia de oscilações ligeiras nas bolsas

Abertura dos mercados: Euro aproxima-se dos 1,19 dólares em dia de oscilações ligeiras nas bolsas

As bolsas europeias seguem com variações moderadas, um comportamento que está a ser partilhado pela generalidade dos activos. O euro continua a subir contra o dólar e a negociar próximo de máximos de Janeiro de 2015.
Abertura dos mercados: Euro aproxima-se dos 1,19 dólares em dia de oscilações ligeiras nas bolsas
Reuters
Sara Antunes 04 de agosto de 2017 às 09:21

Os mercados em números

PSI-20 sobe 0,13% para 5.185,91 pontos

Stoxx 600 desce 0,08% para 378,64 pontos

Nikkei desvalorizou 0,38% para 19.952,33 pontos

"Yield" 10 anos de Portugal sobe 0,2 pontos base para 2,861%

Euro aprecia 0,11% para 1,1883 dólares

Petróleo recua 0,17% para 51,92 dólares por barril, em Londres 

 

Bolsas europeias com oscilações ligeiras 

O início de sessão está a ser marcado por subidas e descidas ligeiras entre os principais índices bolsistas na Europa, num dia em que os investidores aguardam pela divulgação de dados económicos nos EUA. Esta semana tem sido marcada por oscilações reduzidas nas praças europeias, com o balanço da semana a ser positivo para o S&P600 em apenas 0,07%, arriscando-se a fechar este período com uma queda. A confirmar-se a subida, esta será a primeira semana em três em que o índice que agrega as 600 maiores cotadas europeis sobe.

Na bolsa nacional o dia é igualmente de oscilações ligeiras. Depois de ter iniciado o dia com uma queda, pressionado pelo BCP, o PSI-20 sobe 0,13%, a beneficiar sobretudo da subida inferior a 1% do banco liderado por Nuno Amado. 

 

Juros portugueses sobem mas prémio de risco desce

Tal como é habitual, o mês de Agosto está a ser marcado por uma liquidez mais baixa do que os restantes meses e as variações dos títulos são moderadas. E o mercado de dívida não é excepção. A taxa de juro implícita na dívida portuguesa a 10 anos está a subir 0,2 pontos base para 2,861%. Já a "yield" da dívida a 10 anos alemã está a subir 0,5 pontos para 0,458%, o que reduz o prémio de risco da dívida portuguesa para cerca de 240 pontos. 

 
Euro sobe e aproxima-se dos 1,19 dólares

A moeda da Zona Euro continua a subir frente ao dólar, negociando próximo de máximos de Janeiro de 2015. O euro avança 0,11% para 1,1883 dólares, num dia em que os investidores aguardam pelos dados do emprego e rendimentos dos americanos.
 

Petróleo desce após a melhor semana do ano

O preço do petróleo está a descer, a aliviar parte da subida da semana passada - que foi a mais pronunciada de 2017 - com os investidores a voltarem a focar-se no aumento da produção dos EUA e na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP). O barril do Brent, negociado em Londres e referência para Portugal, está a descer 0,17% para 51,92 dólares, acumulando ainda assim uma queda superior a 8% desde o início do ano.

 

Ouro sobe com queda do dólar
O ouro está a registar uma subida muito ligeira, a reflectir essencialmente a queda do dólar, com os investidores a refugiarem-se neste activo.




pub