Mercados num minuto Abertura dos mercados: Fed trava entusiasmo dos investidores

Abertura dos mercados: Fed trava entusiasmo dos investidores

As bolsas europeias seguem em queda ligeira, o dólar cai e o ouro sobe. Tudo a reflectir as minutas da última reunião da Fed, onde alguns responsáveis mostraram preocupação com o impacto da subida de juros em Dezembro. Já os juros portugueses estão em mínimos de Dezembro de 2015.
Abertura dos mercados: Fed trava entusiasmo dos investidores
Bloomberg

Os mercados em números

PSI-20 desce 0,08% para 5.434,90 pontos

Stoxx 600 recua 0,01% para 390,11 pontos

Nikkei valorizou 0,35% para 20.954,72 pontos

"Yield" a 10 anos de Portugal recua 2,0 pontos base para 2,317%

Euro sobe 0,05% para 1,1865 dólares

Petróleo cai 0,44% para 56,69 dólares por barril

  

Bolsas em queda após minutas da Fed
As bolsas europeias seguem com quedas ligeiras, num dia em que os investidores estão a reflectir na negociação bolsista as minutas da reunião de Setembro da Reserva Federal, que mostraram que vários responsáveis do banco central revelaram preocupação sobre o impacto que uma subida de juros em Dezembro poderá ter na inflação, que teima em permanecer abaixo da meta dos 2%.

O Stoxx600, que agrega as 600 maiores cotadas europeias, recua 0,01%, com o sector financeiro a ser dos que mais penaliza, numa altura em que também se aguarda por desenvolvimentos em torno da Catalunha.

Na bolsa nacional, a tendência também é de queda, com o PSI-20 a ser pressionado pela Jerónimo Martins, num dia em que foi revelado um research onde a Jefferies cortou a avaliação da retalhista. O destaque positivo é a Pharol, que volta a disparar depois de a Oi ter confirmado que entregou o novo plano de recuperação judicial

 

Juros renovam mínimos de 2015

Os juros da dívida portuguesa a dez anos estão no valor mais baixo desde o final de 2015, depois de o Tesouro ter garantido financiamento de longo prazo a um preço mais baixo do que nas emissões anteriores.

 

Nesta altura, a ‘yield’ associada às obrigações a dez anos cai 2,0 pontos para 2,317%, depois de já ter tocado nos 2,304%, o valor mais baixo desde 3 de Dezembro de 2015. Além dos juros, também o risco da dívida nacional – medido através do spread face à dívida alemã – está no nível mais baixo em quase dois anos, nos 187,2 pontos.

 

Este alívio dos juros no mercado secundário – que se estende à generalidade dos países do euro – acontece um dia depois de o instituto que gere a dívida pública portuguesa ter realizado uma emissão de dívida a cinco e dez anos, garantindo custos mais baixos. 

 

Dólar cai após Fed

Os receios demonstrados por alguns responsáveis da Fed sobre uma subida de juros em Dezembro está a penalizar a negociação do dólar contra as principais divisas, já que retira a atractividade provocada pela perspectiva de aumento do preço do dinheiro. E ainda que o cenário base para os investidores continue a ser o de uma subida de juros no final deste ano, há alguma cautela por parte dos investidores. 

 

Petróleo cai à espera dos dados das reservas
Os preços do petróleo estão em queda, depois de ter sido revelado que as reservas dos EUA terão aumentado na semana passada. Os investidores aguardam pelos dados do Departamento de Energia norte-americano para confirmarem a evolução. O que está a pressionar a negociação desta matéria-prima. O barril do Brent, negociado em Londres e referência para Portugal, está a descer 0,44% para 56,69 dólares.

 

Ouro sobe a beneficiar da queda do dólar
Com o aumento da incerteza em torno da subida de juros nos EUA, os investidores tendem a investir mais em activos denominados em dólares. E o ouro, sendo um activo de refúgio, tende a ser dos mais beneficiados. Assim, o ouro está a subir 0,39% para 1.296,79 dólares por onça. 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
O PSD é Social Democrata ou não? Há 1 semana

Só Existe Candidaturas a Presidente do PSD Neoliberais, Afinal o PSD não é um Partido de Política Social Democrata ? Pelos vistos para quem for Social Democrata o Partido é o Partido Socialista ? Os militantes Sociais Democratas teem vindo a ser Enganados com o PSD ?

DBRS : dia 20 de outubro + SUBIDAS de RATINGS Há 1 semana



de HOJE a uma semana NOVA subida de RATINGS do MILENIUM BCP e de PORTUGAL dia 21 o BCP ultrapassará os 0.33

AMANHÃ UPA UPA UPA : BCP = 0.30 Há 1 semana




amanhã serão apresentados os resultados do MILENIUM POLACO que em 6 meses QUINTUPLICOU os LUCCROS não ESQUEÇER que o MILENIUM BCP detem 51% destes BANCO altamente lucrativo 1500 MILHÕES de EUROS é obra e da GRANDE

pub