Mercados num minuto Abertura dos mercados: Petróleo dispara e bolsas acompanham ganhos

Abertura dos mercados: Petróleo dispara e bolsas acompanham ganhos

Os preços do petróleo estão a disparar nos mercados internacionais num dia em que os membros da OPEP se reúnem em Viena para tentar alcançar um acordo para cortar a produção. O ministro iraniano está confiante que um acordo vai ser alcançado.
Abertura dos mercados: Petróleo dispara e bolsas acompanham ganhos
Bloomberg
Ana Laranjeiro 30 de Novembro de 2016 às 09:39
Os mercados em números
PSI-20 sobe 1,15% para 4.465,87 pontos
Stoxx 600 soma 0,49% para 342,63 pontos
Nikkei valorizou 0,01% para 18.308,48 pontos
Juros da dívida portuguesa a dez anos somam 3,8 ponto-base para 3,654%
Euro cede 0,07% para 1,0642 dólares
Petróleo em Londres dispara 5,43% para 48,90 dólares o barril

Bolsas europeias no verde

As principais praças europeias estão a negociar com sinal mais num dia em que a atenção dos investidores está centrada nos resultados dos testes de stress à banca britânica e no desfecho do encontro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP). Os produtores da matéria- prima estão a negociar um acordo que limite a produção com vista a estabilizar o mercado.

O principal índice grego é o que mais sobe na Europa, registando uma valorização de 1,40%. Lisboa é a segunda praça que mais sobe  no Velho Continente, com o PSI-20 a subir 1,15%. Destaque para as acções da Galp Energia que avançam 3,60% para 12,655 euros. O Stoxx 600, índice de referência europeu, cresce 0,49%.

Juros em alta

Os juros da dívida pública portuguesa estão a subir no mercado secundário. A dez anos, o prazo considerado como de referência, as "yields" somam 3,8 pontos base para 3,654%. O Negócios escreve que as obrigações portuguesas são vistas como umas das mais sensíveis a um cenário de incerteza criado por um "não" no referendo sobre a reforma constitucional em Itália. Os analistas alertam que o risco pode não estar totalmente descontado.

Os juros da Alemanha no mesmo prazo estão a descer 0,3 pontos base para 0,218%. O prémio de risco da dívida nacional está nos 339,6 pontos.

Euro cede

A moeda da Zona Euro está a descer face ao dólar, recuando por esta altura 0,07% para 1,0642 dólares.

Petróleo dispara em dia de reunião da OPEP

Os preços do petróleo estão a disparar no mercados internacionais num dia em que os membros da OPEP se reúnem para tentarem firmar um acordo para limitar a produção de petróleo. O objectivo desta medida que está em cima da mesa é estabilizar o mercado petrolífero que enfrenta um excesso de oferta, o que penaliza a cotação.

O ministro do Petróleo do Irão, um dos principais produtores desta matéria-prima, já se mostrou confiante num acordo, o que pode estar a ajudar a impulsionar a valorização da matéria-prima. Por esta altura, o West Texas Intermediate soma 4,89% para 47,44 dólares por barril. O Brent do Mar do Norte dispara 5,43% para 48,90 dólares por barril.


Ouro próximo da maior queda mensal desde 2013

O ouro está próximo de registar a maior queda mensal desde 2013, numa  altura em que os investidores se preparam para um aumento dos custos de financiamento nos Estados Unidos. Por esta altura, o ouro para entrega imediata desce 0,03% para 1.187,96 dólares por onça.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

eu quero ver é o shortingZÃO q vai ser dps das 15:30

Anónimo Há 1 semana


Um governo de ladrões

PS - PCP - BE - e seus apoiantes - ESTRAGAM A VIDA A 9 MILHÕES DE PORTUGUESES

Para dar mais dinheiro e privilégios a 1 milhão de FP / CGA.


Maria Costa Há 1 semana

Essa do. .. Dispara. ! Porque não usam o termo. Aumenta ?

Rui Ferreira Há 1 semana

46.38 ?-1.86 -4.01% (cuidado....com o que se escreve, cotação ao minuto) qualquer dia está a zero e vocês ao vento do indiano.

pub