Bolsa Acções da Mota-Engil disparam mais de 4% animadas com contrato na Tanzânia

Acções da Mota-Engil disparam mais de 4% animadas com contrato na Tanzânia

Os títulos da construtora portuguesa estão a reagir em alta à notícia de que ganhou um contrato na Tanzânia de mais de mil milhões de euros.
Acções da Mota-Engil disparam mais de 4% animadas com contrato na Tanzânia
Rita Faria 03 de fevereiro de 2017 às 11:24

As acções da Mota-Engil estão a registar uma forte subida em bolsa esta sexta-feira, 3 de Fevereiro, depois de ter sido noticiado que a construtora portuguesa ganhou um contrato na Tanzânia de mais de mil milhões de euros.

Segundo avança a Bloomberg, citando o ministro do Trabalho da Tanzânia Makame Mbarawa, o contrato já foi assinado esta manhã, tendo um valor total de 1,2 mil milhões de dólares (cerca de 1,02 mil milhões de euros). 

Os títulos da empresa liderada por Gonçalo Moura Martins ganham 4,66% para 1,64 euros, depois de terem chegado a disparar um máximo de 4,98% durante a manhã.

Só nas primeiras três horas de negociação já trocaram de mãos mais de 990 mil acções da construtora, quando a média diária dos últimos seis meses não vai além de 328 mil.

Na quinta-feira, a Bloomberg avançou que o consórcio detido em 50% pela Mota-Engil foi o escolhido pela Tanzânia para construir cerca de 400 quilómetros de linha férrea que vai ligar o país ao Burundi e ao Ruanda.


Numa nota de análise divulgada esta sexta-feira, o BPI considera que o contrato "é positivo, se for confirmado". "Trata-se de um contrato volumoso, que representa cerca de 11% do total da carteira de encomendas do grupo no final de Junho e cerca de 28% da carteira de encomendas em África", acrescenta o BPI.

Apesar da forte subida de hoje, os títulos da construtora ainda perdem 0,37% desde o início do ano. 

(Notícia actualizada às 12:11 com informações sobre assinatura do contrato)




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 03.02.2017

VENDAM ESTE LIXO. ENQUANTO E TEMPO. E SO TRETAS. MOTA ENGIL FAZ NEGOCIOS MAS NAO TEM DINHEIRO. ESTA FALIDA. AMANHA CAI TUDO. FUJAM E COMPREM NAVIGATOR.

nin 03.02.2017

A Mota é uma cotada que não entendo. Ganha sucessivos contratos de biliões e quando dá lucro é sempre uma ninharia. Como? Será por estar em todos os mercados que todas as outras construtoras evitam?

Zeinal.Baza 03.02.2017

Achou que fizeste mal...então vais vender no rumor, devias vender quando a noticia for confirmada (la para segunda ou terça))....achou que vais perder uma boa valorização....
Eu entrei hoje a 1,606....

Anónimo 03.02.2017

ACABEI DE VENDER, 4,2% JA MA CHEGA, ESTA ACAO E MUITO FALSA, QUANDO CAI EA PIQUE, APROVEITEI A BAIXA DA NAVIGATOR e comprei, bons mnegocios

pub
pub
pub
pub