Obrigações Adriana Alvarado: "Estratégia de redução do défice mantém-se"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Adriana Alvarado: "Estratégia de redução do défice mantém-se"

A DBRS adianta que o ritmo para reformas estruturais desceu nos últimos anos. Ainda assim, a analista Adriana Alvarado diz que o país continua comprometido com a execução.
Adriana Alvarado:  "Estratégia de redução do défice mantém-se"
Patrícia Abreu 24 de outubro de 2017 às 07:05

Esperava que o governo fosse mais além ao nível das reformas estruturais?

O impulso para reformas estruturais diminuiu desde 2014, depois de Portugal ter saído do programa de ajustamento financeiro.

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 4 semanas

Convém também não esquecer, que o resgate aos usurários em sentido estrito, com mais de 100 mil euros à ordem foi feita com dinheiro dos contribuintes e reformados. Tudo porque os excedentes sobre este montante não estavam salvaguardados na bancarrota da banca pelo fundo de garantia de depósitos.

Anónimo Há 4 semanas

Convém não esquecer que o resgate externo ao excedentarismo e sobrepagamento na banca e no sector público (contribuinte)-dependente em sentido estrito, foi facultado sob condição de se fazerem urgentes e necessárias reformas em termos de mercado de bens e serviços e de factores, incluindo o laboral, de modo a que uma correcta e adequada política de gestão de recursos humanos nas organizações portuguesas passasse a ser a norma e não a excepção.

BCP : parabens aos shorts Há 4 semanas




parabens aos shorts que ontem APROVEITARAM a meia DÚZIA de idiotas e PARVOS que venderam BCP a este preço ridiculo e GANHARAM para um rolo de papel higiénico da marca LIDL é que eles já há mais de um mês que não limpavam o .......

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub