Bolsa Altri acompanha subida dos preços da pasta. Acções atingem máximos

Altri acompanha subida dos preços da pasta. Acções atingem máximos

A Fibria anunciou uma subida nos preços da pasta, que a cotada portuguesa irá acompanhar.
Altri acompanha subida dos preços da pasta. Acções atingem máximos
Paulo Duarte
Nuno Carregueiro 16 de fevereiro de 2017 às 11:55

A Altri vai subir o preço da pasta branqueada de eucalipto (BEKP) a partir do próximo mês, acompanhando a decisão já anunciada pela brasileira Fibria, disse ao Negócios fonte oficial da empresa portuguesa.

 

A Fibria anunciou um aumento de 30 dólares por tonelada para a Europa a partir de 1 de Março, passando a pasta a valer 740 dólares por tonelada. Fonte oficial da Altri confirmou que a empresa portuguesa irá acompanhar este movimento.

 

Este será o terceiro aumento este ano, sendo que os preços subiram a 1 de Janeiro para 680 dólares e já registaram um novo aumento depois disso.

 

A tendência positiva nos preços da matéria-prima, bem como a valorização do dólar face ao euro, têm colocado as acções da cotada em alta este ano.

 

Os títulos da Altri estão hoje a subir 1,51% para 4,363 euros, um novo máximo desde Janeiro do ano passado. Em 2017 acumulam uma valorização de perto de 13%.  

 

O movimento de recuperação no sector da pasta e papel também tem impulsionado as acções da Navigator, que nas últimas sessões atingiram máximos desde 2015. 




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
nunes 16.02.2017

Eu vendi algumas a 4.48 euros, isto é jornalismo de meia tijela.

silva 16.02.2017

A NAVIGATOR,ja vem dos anos 60, (socel), e nunca houve poluicao no Tejo, isto Luis deve ser dor de corno, deve estar muito entalado, mas a outra vez abra os olhos compre o que e bom, navigator

Luís 16.02.2017

Quando apurarem a verdade sobre a NAVIGATOR e a sua relação com a poluição que está a "matar" o rio Tejo, vão ver onde as acções desta, aonde vão parar. não fujam que não é preciso!

antonio mendes 16.02.2017

INFORMAÇÃO - acabei de enviar um Mail, para o sr, Nuno Carregueiro, jornal de negócios, autor desta noticia, e a mostrar o meu desagrado como pequeno acionista da Navigator, não é verdade, que esta Empresa tenha atingido máximos de 2015, eu tenho ações a 4.39 euros, pedi a correção respetiva.

ver mais comentários
pub