Bolsa Amazon destronou Google e é segunda empresa mais valiosa

Amazon destronou Google e é segunda empresa mais valiosa

A retalhista online liderada por Jeff Bezos sagrou-se ontem a segunda empresa mais valiosa em bolsa, ultrapassando a Alphabet, dona Google. A Apple continua a ocupar o topo da tabela.
Amazon destronou Google e é segunda empresa mais valiosa
Reuters
Ana Laranjeiro 21 de março de 2018 às 10:05

A Amazon de Jeff Bezos (na foto) é a segunda empresa mais valiosa em bolsa. A retalhista online ultrapassou a Alphabet, a empresa que detém a Google, em termos de capitalização bolsista à boleia da subida das acções registadas na sessão desta terça-feira, 20 de Março.

A Amazon terminou o dia a valorizar 2,69% para 1.586,51 dólares, tendo atingido, durante a sessão, um máximo de 1.587,00 dólares ao subir 2,72%. Desde o início do ano, a tecnológica liderada por Jeff Bezos acumula um ganho de 35,66% e tem uma capitalização bolsista que supera os 768 mil milhões de dólares.

Segundo a CNBC, os investidores têm estado a apostar na empresa, especulando que o negócio de computação na cloud – que tem sido muito rentável e que está a crescer – vai permitir à Amazon gerar capital para investir em conteúdos originais, lojas físicas, construção de armazéns e centros de dados.

Até ontem, o segundo lugar na lista das empresas mais valiosas era ocupado pela Alphabet, a dona da Google. Contudo, o desempenho bolsista registado na última sessão determinou uma troca de lugares. A dona da Google terminou o dia de ontem a descer 0,39% para os 1.095,80 dólares, tendo atingido um mínimo de 1.082,42 dólares, quando recuou 1,60%. A capitalização bolsista da tecnológica é de 762,6 mil milhões de dólares. Desde o arranque de 2018 que acumula um ganho de 4,03%.

A Apple continua a ser a empresa mais valiosa do mercado accionista, contando com uma capitalização bolsista de mais de 889 mil milhões de dólares. Ontem, terminou o dia a ceder 0,03% para 175,24 dólares.

A Microsoft, que esta terça-feira terminou a sessão a subir 0,26% para 93,13 dólares, é a terceira empresa mais valiosa, com uma capitalização superior a 717 mil milhões de dólares.

Em quarto lugar, como lembra a CNBC, está a chinesa Tencent cujas acções terminaram a sessão de ontem na praça norte-americana a valorizar 2,34% para 59,75 dólares. Conta com uma capitalização bolsista de mais de 567 mil milhões de dólares.




pub