Obrigações Analistas colocam nível de alerta dos juros na fasquia dos 5%
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Analistas colocam nível de alerta dos juros na fasquia dos 5%

A taxa das obrigações portuguesas sobe há cinco dias e vai já em 4,24%, apesar do défice de 2,3% em 2016. Os analistas vêem poucos motivos para que a "yield" baixe. Passar a fasquia de 5% levaria as campainhas de alarme a soar, avisa o Société Générale.
Analistas colocam nível de alerta dos juros na fasquia dos 5%
Bruno Simão/Negócios
Rui Barroso 31 de janeiro de 2017 às 00:01

Mesmo com a meta do défice de 2016 a ser atingida, os juros das obrigações nacionais não param de subir. Negoceiam em 4,241%, o valor mais alto desde Fevereiro do ano passado. Taxas em torno de 4%  criam nervosismo

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
IS 31.01.2017

É um péssimo sinal.

Mr.Tuga 31.01.2017

Tranquilos!
Nada afecta este ou o seu chefe aldrabão!

Nem sequer incomoda o melhor MINISTRO deste DESgoverno: Marcelo Afectos...

luis 31.01.2017

durante 4 anos nao se cumpriu uma unica meta. mas ok

Anónimo 30.01.2017

Este irresponsável Facadas aproxima a toda velocidade Portugal do abismo, e "todos" vão dizer(com razão): eu não votei nele!

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub