Investidor Privado Antevisão da semana: Reunião da Fed, resultados e indicadores da Zona Euro

Antevisão da semana: Reunião da Fed, resultados e indicadores da Zona Euro

A próxima semana é mais curta, devido a um feriado, mas é cheia em indicadores económicos e eventos de política monetária. Além da Fed, também o Banco de Inglaterra e o Banco do Japão anunciam a sua decisão sobre os juros.
Antevisão da semana: Reunião da Fed, resultados e indicadores da Zona Euro
Andrew Harrer/Bloomberg
Patrícia Abreu 30 de Outubro de 2016 às 19:05

Segunda 31
Indicadores económicos
INFLAÇÃO E PIB NA ZONA EURO MARCAM ARRANQUE DA SEMANA
Esta segunda-feira, 31 de Outubro, serão conhecidos números importantes da economia da Zona Euro. O Eurostat divulga as estimativas para a inflação em Outubro, bem como o crescimento do produto interno bruto (PIB) no terceiro trimestre. O baixo crescimento da economia europeia e os níveis anémicos do índice de preços do consumidor estão entre as principais preocupações dos investidores.

Terça 1
Política monetária
BANCO DO JAPÃO FAZ PRIMEIRA REUNIÃO APÓS MUDANÇA ESTRATÉGICA
Depois de ter decidido deixar inalterada a taxa de juro de referência do país, em Setembro, mas ter adiantado que pretende controlar a evolução das taxas de juro das obrigações no mercado secundário, o Banco do Japão deverá voltar a não mexer nos juros. As indicações em relação à política de estímulos no país deverão centrar a atenção dos investidores, depois da mudança estratégica revelada há mês e meio.

Quarta 2
Taxas de juro
FED DEIXA TAXA INALTERADA E APONTA SUBIDA PARA DEZEMBRO
A incerteza em relação ao ritmo de normalização das taxas de juro nos EUA tem mantido os mercados em suspenso. A poucos dias das eleições presidenciais no país, a expectativa dos economistas é que a autoridade liderada por Janet Yellen deixe os juros inalterados num intervalo entre 0,25% e 0,50%, indicando o último mês do ano como a data provável para uma subida de juros, que será também a única realizada em 2016.

Dados Económicos
NÚMEROS DO EMPREGO NO PAÍS E NOS EUA MOSTRAM RECUPERAÇÃO
Serão conhecidos números relativos à evolução da criação de emprego em Portugal e nos EUA, sendo ainda divulgada a taxa de desemprego na Zona Euro antes do final da semana. O INE apresenta as estimativas mensais de emprego em Setembro, enquanto nos EUA é divulgado o relatório da ADP com a criação de postos de trabalho no país. A expectativa é que continue e ser visível uma melhoria destes indicadores e uma quebra do desemprego.

Quinta 3
Resultados
GRUPO EDP ANUNCIA RESULTADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE
A marcar a negociação esta semana continuará a apresentação de resultados do PSI-20. Depois dos CTT no início da semana, é a vez da EDP e da EDP Renováveis divulgarem as contas relativas à actividade do terceiro trimestre. A gestão deverá ainda indicar metas para o quarto trimestre.

Sexta 4
Política monetária
MEMBROS DA FED DISCURSAM SOBRE JUROS NOS EUA
Dois dias depois de ser conhecida a decisão da Fed sobre as taxas de juro no país, dois importantes membros da instituição discursam em eventos distintos. Dennis Lockhart e Stanley Fischer falam sobre a política monetária, podendo mostrar alguma divergência em relação à decisão do comité de governadores da entidade.

Dados económicos
EUROSTAT DIVULGA BALANÇA COMERCIAL NA ZONA EURO
O gabinete de estatísticas europeu apresenta esta sexta-feira a balança comercial na Zona Euro em Setembro, no mesmo dia em que será conhecido o índice da Markit para os serviços na região. Estes números serão acompanhados de perto pelos investidores, que procuram perceber se a economia da região está a dar sinais de maior robustez e continua a crescer.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub