Research As mensagens que 13 empresas do PSI-20 estão a passar aos investidores

As mensagens que 13 empresas do PSI-20 estão a passar aos investidores

O CaixaBank BPI juntou empresas com potenciais investidores para as cotadas apresentarem as suas perspectivas de negócio. Conheça as mensagens que 13 cotadas nacionais transmitiram aos investidores.
Rui Barroso 17 de setembro de 2017 às 15:00

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Boa sorte para todos os Investidores Há 3 dias

Amigos, em particular Amigos do BCP: não criem demasiadas expectativas seja em relação a que investimento for e por mais optimistas que forem as expectativas.A desilusão é o maior inimigo dos investidores porque os desmoraliza e pode conduzir a abandonar a Bolsa.A Bolsa não é uma árvore das patacas mas mesmo assim é o melhor instrumento disponível para defender o que arduamente se vai poupando e para o multiplicar em ordem a concretizar grandes objetivos e sonhos de uma vida.È verdade que a Bolsa como um todo e a longo prazo oferece rendibilidades médias positivas, mas tal média é conseguida à custa de uma ínfima % de empresas porque as restantes dão prejuízo.A defesa para o investidor é a diversificação, antes de mais e principalmente no que analisa e depois no que seleciona para investir (não se esqueçam que a diversificação é o único almoço grátis que a Bolsa oferece).Boa sorte para todos os Investidores da Bolsa Portuguesa, os do BCP incluídos, mas nunca esqueçam a diversificação.

comentários mais recentes
Os iates dos privilegiados da Bolsa Há 3 dias

Amigos Investidores nunca esqueçam: na Bolsa os primeiros a lucrar e a conseguir rendimentos garantidos, não são os Investidores que se esforçam, que trabalham dia e noite, que arriscam o que arduamente pouparam, que vivem momentos de verdadeira angústia. São os intermediários financeiros e a respetiva burocracia que os supervisiona.È uma realidade desagradável mas é assim e tem de ser assim em todo o mundo para que que os Mercados funcionem.No célebre livro de Fred Schwed “A good hard look at Wall street”, um visitante ao porto das imediações coalhado de iates, pergunta ingenuamente se são os iates dos investidores que triunfaram. Sim eram iates dos que triunfaram... mas não dos investidores e sim dos intermediários que os serviam! Portanto, Amigos, um conselho de alguém com “saber de experiencia feito”: usem os serviços dos intermediários financeiros e confiem e na(o)s burocratas supervisionadores, mas antes não deixem uma só pedra por revirar na análise dos vossos investimentos!

Boa sorte para todos os Investidores Há 3 dias

Amigos, em particular Amigos do BCP: não criem demasiadas expectativas seja em relação a que investimento for e por mais optimistas que forem as expectativas.A desilusão é o maior inimigo dos investidores porque os desmoraliza e pode conduzir a abandonar a Bolsa.A Bolsa não é uma árvore das patacas mas mesmo assim é o melhor instrumento disponível para defender o que arduamente se vai poupando e para o multiplicar em ordem a concretizar grandes objetivos e sonhos de uma vida.È verdade que a Bolsa como um todo e a longo prazo oferece rendibilidades médias positivas, mas tal média é conseguida à custa de uma ínfima % de empresas porque as restantes dão prejuízo.A defesa para o investidor é a diversificação, antes de mais e principalmente no que analisa e depois no que seleciona para investir (não se esqueçam que a diversificação é o único almoço grátis que a Bolsa oferece).Boa sorte para todos os Investidores da Bolsa Portuguesa, os do BCP incluídos, mas nunca esqueçam a diversificação.

Shorts RIP Há 4 dias

Às vezes acertam, os shorts, mas amanhã ou compram logo no inicio da sessao, ou sao trucidados.

Curto prazo BCP: +20% Há 4 dias

Usando como referencia a subida dos bancos espanhois após a ultima subida de rating de Espanha. Vai ser liiiiiindooooo.

ver mais comentários
pub