Bolsa Aumento de capital conduz a queda de 17% da SDC Investimentos

Aumento de capital conduz a queda de 17% da SDC Investimentos

As acções da SDC Investimentos já estiveram a perder 37% após a proposta de aumento de capital que irá dar mais poder à Investéder. A queda está a ser motivada por uma pressão vendedora.
Aumento de capital conduz a queda de 17% da SDC Investimentos
Diogo Cavaleiro 16 de novembro de 2017 às 11:07

As acções da SDC Investimentos estão em forte queda esta quinta-feira, 16 de Novembro, na primeira reacção dos investidores à proposta de aumento de capital feita pela administração, que irá diluir a participação dos pequenos accionistas.  

 

A desvalorização dos títulos da cotada presidida por António Castro Henriques (na foto) já chegou a ser de quase 37% face ao fecho de quarta-feira, altura em que tocaram nos 4,3 cêntimos. Cada acção segue agora a negociar nos 5,6 cêntimos, recuando 17,65%.

 

Na quarta-feira, foi divulgada uma convocatória para assembleia-geral de 12 de Dezembro em que a administração coloca em cima da mesa um aumento de capital de 5,9 milhões de euros, concretizado através da conversão de créditos da Investéder em capital da SDC Investimentos. 

 

Esta proposta permitirá à Investéder, também liderada por António Castro Henriques e Gonçalo Andrade Santos, superar a barreira dos 90% da SDC Investimentos, já que, após a oferta pública de aquisição e de aquisições em mercado, ficou com 77%. Só com os 90% a maior accionista poderá empreender as medidas que considera necessárias para o saneamento financeiro da SDC Investimentos, que apresenta um buraco (capital próprio negativo) de 88 milhões de euros. Daí a proposta de aumento de capital da empresa que é a accionista minoritária da Soares da Costa Construções e que tem o negócio centrado no imobiliário. 

 

A OPA sobre a SDC Investimentos, que decorreu no Verão, foi concretizada a 2,7 cêntimos por acção, valor em torno do qual os títulos negociavam em bolsa. Contudo, no final de Setembro, o seu valor subiu, sem razão aparente, chegando a ultrapassar os 10 cêntimos. Desde aí, tem oscilado entre essa cotação e os 6 cêntimos.

 

Foi abaixo da fasquia dos 6 cêntimos que cada acção da SDC Investimentos desceu esta quinta-feira, devido a uma forte pressão vendedora. Foram negociadas, até às 11:00, perto de 1,3 milhões de acções, quando a média por sessão é de 908 mil títulos. No entanto, o volume é pouco consistente, já que, por exemplo ontem, foram trocadas apenas 184 mil acções. 

As acções perdem terreno com uma operação através da qual os pequenos accionistas, que neste momento detêm 23% do capital da empresa, sentirão uma diluição da sua participação para menos de 10% com o aumento de capital. 







A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Spfgg Há 3 semanas

Só é um """roubo""" para o pequeno accionista, se ele for nabo. Parem de comprar volume spikes e pode ser que parem de perder dinheiro.

comentários mais recentes
Pedro Há 3 semanas

Só vendo as minhas acções se me derem o valor que eu dei por elas, estou farto de ser enganado.

Spfgg Há 3 semanas

Só é um """roubo""" para o pequeno accionista, se ele for nabo. Parem de comprar volume spikes e pode ser que parem de perder dinheiro.

Anónimo Há 3 semanas

Chama se isso um roubo para o pequeno aciunista mas neste pais da republica das bananas vale tudo desde k hle arranguemum tacho

pub