Taxas de juro Banca angolana tem os melhores depósitos em Portugal

Banca angolana tem os melhores depósitos em Portugal

Apesar da descida dos juros oferecidos pelos depósitos, há ainda produtos onde é possível encontrar taxas acima de 2,5%. Prazos mais curtos dão as melhores remunerações.
Banca angolana tem os melhores depósitos em Portugal
Bloomberg
Patrícia Abreu 05 de dezembro de 2016 às 22:00
Se entre as maiores instituições financeiras é difícil encontrar quem pague pelos depósitos em períodos mais curtos, nos bancos mais pequenos é precisamente nos prazos mais curtos que se conseguem as melhores remunerações. E são os bancos angolanos com actividade no país quem garante as taxas mais atractivas.

Encontrar um depósito que pague uma taxa atractiva pelas poupanças é cada vez mais difícil. Mas ainda há algumas excepções.

De acordo com um levantamento realizado pelo Negócios nos preçários dos bancos, há pelo menos três instituições que oferecem taxas anuais nominais brutas (TANB) de 2,5%.

O Depósito a Prazo Boas-Vindas do Banco Privado Atlântico Europa é a aplicação que comercializa actualmente a taxa de juro mais atractiva do mercado. O banco oferece uma remuneração de 2,55%, num depósito a 92 dias para novos clientes, com um investimento mínimo de 500 euros. Apesar de ser a taxa mais atractiva do mercado, o juro também baixou. Apenas no final de Outubro, o banco dava 2,75%.

Também os bancos Best e o Banco BNI Europa garantem juros de 2,5%. No caso do banco online trata-se de uma aplicação a 90 dias, também destinada a novos recursos pela entidade. Já o BNI Europa comercializa depósitos para vários prazos, com taxas mais elevadas para montantes mantidos por mais tempo. A taxa de 2,5% é para um depósito a cinco anos.

Banco Invest, os outros dois bancos online (BiG e ActivoBank) e também o Novo Banco, com um depósito de taxa crescente a três anos, destacam-se entre as instituições que oferecem taxas mais atractivas do que as comercializadas pelo mercado.

Os juros historicamente baixos estão a ser vistos pelos bancos mais pequenos como uma oportunidade para captar as poupanças que procuram taxas mais atractivas.

A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
john doe 06.12.2016

este jornalismo de "não investigação".... vão ver a yield que o BIC PT paga por DO e DP do BIC Ang face a outros depositantes institucionais.... naivety!

Anónimo 06.12.2016

Dinheiro esse, que faz falta para matar a fome aos desgraçados,enquanto que uns vivem á grande,outros nem agua potável tem para beber.Grande país este! Grandes governantes! Grandes corruptos que não se lembram que tambem morrem um dia

Anónimo 06.12.2016

Falhou a comparação com outro banco angolano - o Banco BAI Europa

Pedro Garcia Cruz 06.12.2016

O BPN também tinha...

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub