Bolsa BCP começa o dia com acções e direitos em queda

BCP começa o dia com acções e direitos em queda

Os títulos accionistas do banco liderado por Nuno Amado negoceiam no vermelho pelo segundo dia consecutivo. Já os direitos do banco transaccionam em queda após duas sessões a valorizar.
BCP começa o dia com acções e direitos em queda
Miguel Baltazar/Negócios
David Santiago 24 de janeiro de 2017 às 08:37

O BCP abriu a sessão bolsista desta terça-feira, 24 de Janeiro, a recuar 1,72% para 15,41 cêntimos, naquele que é o segundo dia consecutivo em que os títulos do banco transaccionam em queda, isto depois da valorização superior a 10% conseguida na passada sexta-feira.

 

Já os direitos de subscrição do aumento de capital anunciado pela instituição liderada por Nuno Amado começaram o dia a recuar 4,43% para 84,1 cêntimos, isto após dois dias a acumular valor (mais de 28% na sexta-feira e acima de 7% na sessão desta segunda-feira). As subidas recentes dos direitos estão relacionadas essencialmente com dois factores. Por um lado, a proibição pela CMVM da venda a descoberto das acções, e por outro o facto de a Fosun, para aumentar a posição dos 16,7% para os 30% pretendidos, ter de comprar direitos de subscrição em bolsa.

 

Tendo em conta a cotação a que estão a negociar os títulos do BCP, o preço dos direitos corresponde a um valor teórico de 90,15 cêntimos. Já à actual cotação dos direitos corresponde um valor teórico das acções de 15,01 cêntimos.

O que significa que as acções estão "caras" face ao valor teórico, o que poderá colocar pressão adicional sobre os títulos.

Os direitos negoceiam em bolsa até dia 30 de Janeiro, terminando a 2 de Fevereiro o período de exercício. Cada direito permite a compra de 15 acções, mediante o pagamento de 9,4 cêntimos por cada uma, no âmbito do aumento de capital de 1.332 milhões de euros.

 

 




A sua opinião37
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
VLopes Há 3 semanas

vem ai os tubaroes..
reparem os tubaroes estao a entrar agora mesmo!!

VLopes

VLopes Há 3 semanas

para Lpaiva
veja na sua carteira tem la ainda direitos.. se nao exercer/vender ira perder tudo.
ate dia 30 tem que optar..

eu pessoalmente falando se tivesse apenas 1.5 euros venderia tudo, ou se tivesse uns trocos para reforcar seria agora a altura de o fazer. (pense que de 3 em 3 meses paga mais de comissao de guarda de titulos).

abraco,
VLopes

VLopes Há 3 semanas

para Adm com mordomias carro e prêmios

Acha que pagar 700M de uma divida nao e sustentavel?? pelo que sei em juros sao so 65M que ficam em casa.. esses 65M se n foram divividos serviram para investir.. eu concordo q seja a unica hipotese desde banco sair da Bancarota.

VLopes

VLopes Há 3 semanas

Criador de Touros -> a onde conseguimos saber quantos direitos ja passaram de mao?

conseguimos ainda saber se a sonangol, EDP e Amorim estao a comprar?

Abraco,
VLopes

ver mais comentários
pub