Bolsa BCP atinge máximo desde anúncio de aumento de capital

BCP atinge máximo desde anúncio de aumento de capital

O banco vai anunciar esta sexta-feira os resultados do aumento de capital, uma operação que contou com a participação dos grandes e pequenos accionistas.
BCP atinge máximo desde anúncio de aumento de capital
.
Nuno Carregueiro 03 de fevereiro de 2017 às 15:30

As acções do Banco Comercial Português voltaram a negociar em forte alta na bolsa portuguesa esta sexta-feira, dia em que o banco vai publicar os resultados do aumento de capital.

Os títulos atingiram uma valorização máxima de 7,05% para 17,3 cêntimos, a cotação mais elevada desde 9 de Janeiro, que foi precisamente o dia em que o banco anunciou ao mercado que iria avançar com um aumento de capital de 1,33 mil milhões de euros. No fecho da sessão o ganho era mais contidoc, com as acções a valorizarem 3,9% para 16,79 cêntimos. 

O anúncio do aumento de capital colocou as acções sob forte pressão, que registaram uma forte queda logo no dia posterior (caíram 11,34% no dia 10 de Janeiro) e nas sessões seguintes, sobretudo quando os direitos de subscrição do aumento de capital estiveram a negociar em bolsa.

Contudo, as acções encetaram uma tendência de alta quando os direitos deixaram de negociar em bolsa, que se prolonga na sessão desta sexta-feira, com o banco a beneficiar também com o interesse dos accionistas na operação.

Tendo em conta a negociação dos direitos, mais de metade dos pequenos accionistas do BCP vai ao aumento de capital e não será necessário tomada firme por parte dos bancos, tendo em conta a procura elevada. A Fosun não conseguirá reforçar já para 30% e o Negócios noticia hoje que a Sonangol vai manter a posição de 14,87% do capital do BCP, tendo investido 198 milhões de euros para preservar esta posição na estrutura accionista do banco liderado por Nuno Amado.

 

As novas acções que vão ser creditadas nas contas dos accionistas que exerceram os direitos deverão estar disponíveis para negociar em bolsa a partir da sessão de 9 de Fevereiro.

 

O BCP passará a ter um capital representado por 15,11 mil milhões de acções, o que tendo em conta a actual cotação, aponta para uma capitalização bolsista de 2,54 mil milhões de euros.

(notícia actualizada às 16:49 com cotação de fecho das acções)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub