Bolsa BCP e Galp contrariam queda da Jerónimo Martins

BCP e Galp contrariam queda da Jerónimo Martins

A bolsa nacional abriu em alta ligeira, numa sessão em que os investidores vão estar de olhos postos em Jackson Hole.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 25 de agosto de 2017 às 08:18

A bolsa nacional abriu em alta muito ligeira, com os ganhos das acções do BCP e da Galp Energia a compensaram a queda dos títulos da Jerónimo Martins.


O PSI-20 sobe 0,01% para 5.196,91 pontos, com seis cotadas em alta, nove em queda e quatro sem variação.


Na Europa os índices ainda negoceiam sem uma tendência definida, com os investidores de olhos postos na reunião de Jackson Hole. Janet Yellen e Mario Draghi poderão deixar sinais sobre a evolução da política monetária em duas das maiores economias mundiais. Janet Yellen, a líder da Reserva Federal dos EUA, fala às 15:00 e Mario Draghi, presidente do BCE às 20:00 (hora em Portugal Continental, em ambos os casos).

Depois de ontem ter interrompido uma série de sete sessões em queda, o BCP volta hoje a ganhar terreno. Avança 0,39% para 23,09 cêntimos, no dia em que o Negócios noticia que as vendas a descoberto no capital do banco ("short selling") estão no nível mais elevado desde o aumento de capital. 

A Galp Energia também contribui para a alta do PSI-20, à boleia dos preços do petróleo, que estão a ser impulsionados pelo furacão Harvey, que pode ser o pior em 12 anos e já está a afectar a produção de petróleo no golfo do México. As acções da petrolífera avançam 0,36% para 13,895 euros.

Em sentido contrário está a Jerónimo Martins, que desce 0,75% para 16,625 euros. E também a Mota-engil, que cede 0,85% para 2,33 euros. Segundo a estimativa do CaixaBI, publicada ontem, a Mota-Engil deverá ter terminado o primeiro semestre com lucros de 2 milhões de euros, o que representa uma queda de 97% em relação ao mesmo período do ano passado, em que registou um resultado líquido de 73 milhões de euros.

 




A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Declaracoes decepcionam mercados 25.08.2017

Otimismo excessivo, todo o cuidado e pouco, com isto disse tudo o crash esta para breve,

MOTS ENGIl O lixo e que esta a dar 25.08.2017

Mota engil super endividada, no primeiro semestre, quase tem prejuizos, e esta s subir,

MOTA ENGIL 25.08.2017

A tatica da haitong e da caixa bi, e simples, apanhar mais uns quantos comecao a comprar, e vai tudo atras, depois de momento cai tudo e la gica, mais uns desgracados, a mota engil tem um taget dd 2.09 euros vejao na avaliacao tecnica do jornal negocios,

OS BANDIDOS DA HAITONG, E DA CAIXA BI 25.08.2017

Provocam o panico e o medo, dizendo que a Empresa x teve prejuizos, e as pessoa vendem, e eles depois compram. Temos o ex da Mota Engill a caixa bi ate disse para venderem , e deram um target de 2,20 euros, tudo mentira, agora baixaram r estao a comprar,

ver mais comentários