Bolsa BCP e Jerónimo empurram Lisboa para pior prestação na Europa

BCP e Jerónimo empurram Lisboa para pior prestação na Europa

A bolsa nacional deslizou pela segunda semana consecutiva. As perdas estiveram entre as de maior magnitude no Velho Continente, onde pesam os atentados de Barcelona e a incerteza nos EUA.
BCP e Jerónimo empurram Lisboa para pior prestação na Europa
Miguel Baltazar/Negócios
Paulo Zacarias Gomes 18 de agosto de 2017 às 16:41

O índice accionista português destacou-se pela negativa na recta final desta semana, ao encerrar com perdas superiores a 1%, entre as maiores quedas do Velho Continente, onde o movimento negativo coincide com receios dos investidores em relação à evolução de factores geopolíticos.

O PSI-20 fechou esta sexta-feira, 18 de Agosto a cair 1,09% para 5.186,10 pontos, com 15 títulos em queda e quatro em alta. Oito títulos perderam mais de 1% e três tiveram quedas superiores a 2%.

A pressionar a praça nacional, que fechou pela segunda semana consecutiva em terreno de perdas, estiveram sobretudo os papéis do BCP, da Jerónimo Martins e da Nos. A retalhista, com uma queda de 2,09% para 16,40 pontos, encerrou em mínimos de mais de três meses. 

A Galp aprofundou as quedas ao início da tarde e fechou a recuar 0,54% para 13,86 euros. Esta sexta-feira, o Negócios noticia que o CEO da Galp está entre os arguidos do caso das viagens pagas pela empresa a políticos ao campeonato europeu de futebol. Esta tarde, o Negócios avançou ainda que além de Carlos Gomes da Silva, há mais 10 arguidos no caso.

Ainda em terreno negativo fecharam a Mota Engil (-0,91% para 2,408 euros) - depois de ontem ter sido conhecida a conquista de uma obra da construtora nos Camarões -, bem como o Montepio, que terminou com cada unidade do fundo de participação a valer menos de um euro - 0,993 euros -, o preço que é oferecido na OPA da associação mutualista.

Do lado dos ganhos, com a melhor semana de valorizações num mês, esteve a Pharol, depois de vários dias a recuperar das quedas que se sucederam ao aprofundar de prejuízos do seu principal activo, a Oi, de que é o maior accionista. Somou 0,93% para 0,324 euros.

Também com ganhos fechou a EDP Renováveis, que continua acima dos 6,75 euros que tinham sido oferecidos na OPA, registando uma subida de 0,1% para 6,86 euros. Esta quinta-feira a Renováveis comunicou ao mercado que o administrador executivo João Marques da Cruz vendeu todas as acções que tinha na empresa no âmbito da oferta lançada pela EDP (que fechou o dia a perder 0,37% para 3,202 euros).

A condicionar as negociações no resto das praças mundiais está o ressurgir de preocupações com o terrorismo - depois dos ataques na Catalunha que mataram 14 pessoas e feriram mais de uma centena - além das dúvidas sobre a implementação da prometida agenda reformista de Donald Trump, numa altura em que o presidente continua sob fogo cruzado por causa da sua condenação hesitante às acções de supremacistas brancos em Charlottesville na semana passada.

Ainda assim, apesar do fecho em queda - com a praça de Madrid a cair 0,56% para 10.385,70 pontos - as acções europeias acabaram por fechar com um balanço semanal positivo.

Nos principais índices norte-americanos, as negociações seguem mistas, com o tecnológico Nasdaq e o S&P 500 a serem os únicos com apreciações. O industrial Dow Jones desliza 0,13%.

(Notícia actualizada às 16:51 com mais informação)




A sua opinião31
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Criador de Touros 20.08.2017

Avisam-se todos os frequentadores deste forum que há um sujeito que se diz socialista utilizando vários nicks, tais como Massa Bruta, Ranhoso, Fanhoso, Da Boina, Rosa Pereira, Tavares, Maria Amélia, escroto, investidor, olx, Tomas, Carp Diem, h, Cipião, Hx400 e outros, que padece de grave desequilíb

Anónimo 20.08.2017

Agora massa bruto vou durmir sem comprimidos pois a minha patroa está a espera e amanhã tenho de estar a trabalhar muito cedo no duro para no fim do mês investir algum no bcp, não sou parasita trabalho mas quando me reformar venho pra qui 24 horas

Anónimo 20.08.2017

Massa bruto lembrei que também podes ser lesado do banife. Ou és lesado dum ou doutro e depois és raivoso do bcp. Não queiras o mal dos outros aquilo que ja te caiu em cima.

Anónimo 20.08.2017

Massa brute compras bcp que eu comprei na sexta-feira e vas ganhar guito deixa de ser parvo home. Num ves que vai subir muito. Não és um lesado do bes? Acho que perdeste tudo e agora é só raiva ao bcp diz a verdade .

ver mais comentários
pub