Bolsa BCP e Novabase sobem mais de 2% e impulsionam PSI-20

BCP e Novabase sobem mais de 2% e impulsionam PSI-20

A bolsa de Lisboa continua a negociar em terreno positivo, impulsionada pelos ganhos do BCP e Novabase. A Europa segue sem tendência definida, num dia marcado pelo crescimento económico da China.
BCP e Novabase sobem mais de 2% e impulsionam PSI-20
Bruno Simão/Negócios
Ana Laranjeiro 18 de janeiro de 2018 às 13:02

A bolsa de Lisboa continua em alta, numa Europa sem tendência definida. O PSI-20 sobe 0,56% para 5.650,31 pontos, com 11 empresas em alta, cinco em queda e duas inalteradas. Na Europa, além de Lisboa, as praças de Frankfurt, Paris, Amesterdão e Milão seguem em alta, com ganhos inferiores aos da praça nacional. Os investidores podem estar a ser animados pelos dados relativos à economia chinesa, a segunda maior do mundo.

O crescimento da economia chinesa acelerou, no ano passado, pela primeira vez desde 2010. De acordo com os dados divulgados esta quinta-feira, 18 de Janeiro, pelo gabinete nacional de estatística, o PIB subiu 6,9% em 2017, depois do crescimento de 6,7% registado no ano anterior.

No principal índice da praça nacional destaque para as acções do BCP e da Novabase, que são as que mais sobem. As acções do banco liderado por Nuno Amado crescem 2,53% para 29,98 cêntimos.

A tecnológica Novabase cresce 2,29% para 3,13 euros.


Em alta, e a recuperar das fortes quedas recentes, estão os títulos dos CTT, com a empresa liderada por Francisco Lacerda a subir 1,09% para 3,528 euros.

A Nos cresce 0,54% para 5,565 euros. E a Pharol soma 0,79% para 25,6 cêntimos.

No retalho, a Jerónimo Martins avança 0,55% para 17,495 euros e a Sonae valoriza 0,75% para 1,207 euros, no dia em que vai apresentar as vendas preliminares de 2017.

No sector energético não se verifica uma tendência definida. A EDP desce 0,62% para 2,873 euros e a EDP Renováveis cede 0,35% para 7,075 euros. A REN perde 0,16% para 2,562 euros.

E a Galp Energia avança 0,19% para 16,15 euros, numa altura em que os preços do petróleo estão em alta ligeira nos mercados internacionais. O Brent do Mar do Norte, referência para Portugal, sobe 0,04% para 69,41 dólares por barril.

As papeleiras estão sobretudo em queda, numa altura em que o euro regressou aos ganhos face ao dólar – avança 0,53% para 1,2250 dólares. A Altri desce 0,79% para 5,04 euros, a Semapa recua 0,43% para 18,50 euros enquanto a Navigator soma 0,09% para 4,554 euros.

A valorização da moeda única da Zona Euro tende a pressionar as cotadas que têm uma forte actividade exportadora, dado que as torna menos competitivas.

Fora do PSI-20, nota para as acções da Sonae Indústria, que disparam 10,03% para 3,95 euros, depois de o CaixaBI ter voltado a acompanhar as acções da Sonae Indústria, avaliando a cotada com um potencial de subida significativo.

 




Saber mais e Alertas
pub