Obrigações BCP faz "roadshow" para se financiar em 300 milhões

BCP faz "roadshow" para se financiar em 300 milhões

O BCP está no mercado para captar 300 milhões de euros, numa operação que será feita através da emissão de obrigações a 10 anos, passíveis de serem reembolsadas no final de cinco anos.
BCP faz "roadshow" para se financiar em 300 milhões
Bruno Simão/Negócios
Negócios 23 de novembro de 2017 às 16:00
O BCP mandatou o Goldman Sachs, o próprio Millenium BCP, a Société Generel e o UBS para gerirem um "roadshow" que o banco liderado por Nuno Amado (na foto) vai fazer a partir de 27 de Novembro, revela a Bloomberg, que cita uma fonte próxima do processo, que pediu anonimato.

Em causa está a emissão de 300 milhões de euros em obrigações a 10 anos, passíveis de serem reembolsadas no final de cinco anos.

Esta emissão servirá para reforçar o rácio de capital suplementar Tier 2.

As condições da emissão serão estabelecidas no "roadshow" que será realizado entretanto. 

A última emissão de dívida que o BCP fez foi hipotecária, e ocorreu em Maio. Na altura o banco colocou mil milhões de euros em obrigações hipotecárias junto de investidores institucionais. A procura ascendeu a 1.800 milhões de euros.

O BCP regressa assim à emissão de obrigações, numa altura em que o mercado estará mais "disponível", depois da melhoria do "rating" do país por parte da S&P e de o banco ter apresentado resultados positivos nos primeiros nove meses do ano.

Além disso, especula-se que a Fitch seguirá as mesmas pegadas da S&P e subirá a notação financeira de Portugal a 15 de Dezembro, o que, por um lado deverá levar a descidas das taxas de juro do país e, consequentemente, das cotadas mais expostas a estas questões, como é o caso da banca. A melhoria do "rating" do país costuma também levar a melhorias das notações financeiras das empresas sediadas nesses países. 

Em comunicado enviado à Comissão do Mercados de Valores Mobiliários (CMVM), já depois do fecho dos mercados, o BCP nota que "dependendo das condições de mercado" o banco decidirá sobre uma posterior "emissão de títulos de dívida". 

(Notícia actualizada às 20:32 com comunicado enviado à CMVM)




A sua opinião23
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Sousa Há 3 semanas

É uma boa noticia, apenas isso. Confirma o regresso à normalidade do BCP. Um banco de retalho existe para pedir emprestado a uma taxa baixa e emprestar a uma taxa mais alta, gerando assim margem financeira. Como fez com as obrigações hipotecárias, o BCP está a substituir empréstimos por outros a juros mais baixos e isso reduz custos e melhora rentabildiade. Só um banco visto como estável pelo mercado pode fazer isto. Mas isto, sendo positivo, não merece muitos mais comentários.

comentários mais recentes
Re: rosa pereira Há 3 semanas

Acha mesmo que se discutem assuntos sérios de economia? Que conhecimentos de economia têm os participantes deste fórum? Vir aqui é tempo perdido e só se encontra má educação e insultos! Quando cá venho é apenas para me rir das calinadas ditas! Se gosta de economia compre bons livros e estude!

rosa pereira Há 3 semanas

Tenho pena que neste espaço em vez se discutir assuntos sérios de economia se torna num espaço de utentes do Sobral Cid.
Cumprimentos

Correção Há 3 semanas

...te identificam logo...

Anónimo Há 3 semanas

O Massa Bruta ranhosa ainda não te apercebeste que o nojo de comentários que publicas te identicam logo, quer venhas como anónimo quer uses nicks de outros comentadores. Um português de preto cheio de erros! Ainda pensas que fazes obra prima com a jarvardice que escreves! Enxerga-te mulher!

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub