Bolsa BCP volta às quedas e trava ganhos do PSI-20. Pharol e Mota-Engil sobem mais de 3%

BCP volta às quedas e trava ganhos do PSI-20. Pharol e Mota-Engil sobem mais de 3%

Os ganhos da bolsa nacional estão a ser travados pelo BCP, que depois de ter estado a ganhar 1,5% inverteu para terreno negativo.
BCP volta às quedas e trava ganhos do PSI-20. Pharol e Mota-Engil sobem mais de 3%
Miguel Baltazar
Rita Faria 30 de agosto de 2017 às 11:32

A bolsa nacional segue em terreno positivo, mas com subidas mais ligeiras do que no início da sessão, devido à evolução dos títulos do BCP, que passaram dos ganhos para as perdas.

Nesta altura, o PSI-20 valoriza 0,10% para 5.116,48 pontos, depois de três sessões consecutivas de perdas que o levaram a encerrar ontem no nível mais baixo desde Maio. Das 19 cotadas que formam o principal índice nacional, 10 estão em alta, oito em queda e uma inalterada.

Lisboa é a praça europeia que menos sobe, numa sessão que é de recuperação para as acções do Velho Continente, que atingiram mínimos de seis meses na terça-feira, penalizadas pelos receios em torno do lançamento de um míssil sobre o Japão por parte da Coreia do Norte.

A ajudar à subida está também a depreciação do euro, que impulsiona sobretudo as empresas com maior exposição ao mercado externo. A moeda única desce 0,18% para 1,1950 dólares, após ter renovado máximos de Janeiro de 2015 na sessão de ontem, acima dos 1,20 dólares.

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, sobe 0,46% para 370,12 pontos, com os sectores dos media e do imobiliário a destacarem-se pela positiva.

Em Lisboa, a Jerónimo Martins, a Pharol e a Mota-Engil são as cotadas que mais animam o PSI-20. A retalhista valoriza 1,15% para 16,65 euros, a antiga PT SGPS soma 3,49% para 32,6 cêntimos e a Mota-Engil avança 3,14% para 2,433 euros. As acções da construtora estão a reagir aos lucros do primeiro semestre que, apesar de terem caído 93,6% face ao período homólogo, superaram as estimativas dos analistas.

Antes da abertura do mercado, a Mota-Engil revelou que os seus lucros se fixaram em 4,6 milhões de euros até Junho, o que compara com os 72 milhões de euros obtidos no mesmo período de 2016, devido a efeitos extraordinários.

Os resultados foram mais positivos do que o esperado pelos analistas da Reuters, que antecipavam lucros de apenas 300 mil euros, enquanto os do Haitong previam mesmo prejuízos.

A contribuir para a tendência positiva do PSI-20 estão ainda a Sonae, a Semapa e a Altri. A retalhista soma 0,21% para 94,7 cêntimos, depois de ter sido revelado que o co-CEO Ângelo Paupério alienou 350 mil acções da empresa. 

 

As acções foram alienadas na semana passada – nas sessões de 24 e 25 de Agosto – tendo Ângelo Paupério conseguido um encaixe de 337 mil euros com as vendas. 300 mil acções foram alienadas a um preço médio de 0,96375916 e 50 mil acções com um valor médio de 0,961 euros.

Para o Haitong, o movimento é ligeiramente "negativo". "Embora a quantidade vendida não seja significativa, achamos que isso pode ser visto como uma indicação da percepção que o Sr. Ângelo Paupério tem da avaliação das acções da Sonae", afirmam os analistas em comunicado. 

A Semapa ganha 1,23% para 15,20 euros e a Altri valoriza 0,66% para 3,675 euros.

Por outro lado, a travar maiores ganhos do PSI-20 está o BCP que, depois de ter estado a valorizar 1,5% esta manhã, segue agora com sinal vermelho, a descer 0,91% para 21,8 cêntimos.

O banco liderado por Nuno Amado já perde mais de 13% no último mês, o segundo pior desempenho do índice da Bloomberg que agrega os 44 maiores bancos europeus cotados, atrás do Deutsche Bank. 




A sua opinião31
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Skizy 30.08.2017

O problema do BCP atualmente é que decidiu parar com o redução de colaboradores, para juntar a isso, a Altice esta ai com um banco online para abrir e menos de 1 ano, se o BCP não continua a redução de colaboradores vai "morrer", pois o futuro da banca é mais de 50% dos serviços feitos online e daqui a 10 anos serão mais de 70%!

comentários mais recentes
Luis 30.08.2017

Temos aqui muitos bruxos e poucos investidores. Só adivinhos.

PONHAM LOGO O BCP A ZERO 30.08.2017

ó SR NUNO AMADO SE EU FOSSE A SI EMITIA UM COMUNICADO A PEDIR AOS SHORTS PARA POREM O MILENIUM BCP LOGO DE UMA VEZ A ZERO ; EM VEZ DE ANDAREM NISTO JÁ HÁ 40 DIAS SEGUIDOS .... ACABEM LOGO COM ELE DUMA VEZ .. POR TODAS .....

estes últimos 10 minutos do bcp 30.08.2017

ESTES últimos 10 MINUTOS no MILENIUM BCP é TUDO Á DESCARADA E NINGUÉM FAZ NADA NEM A CMVM nem o SENHOR PRESIDENTE DO BCP QUE CONTINUA A DORMIR qualquer DIA PODE FECHAR A PORTA 30 dias seguidos isto nem na ETIOPIA ACONTECIA

Re: ó MASSINHAS 0.60 é o BCP 30.08.2017

Está-se mesmo a ver não está??? BCP a 0,60 só com um reverse stock split!!! ha,ha,ha,ha,ha,ha,ha

ver mais comentários