Research Bernstein dá potencial de valorização de 13% à Galp

Bernstein dá potencial de valorização de 13% à Galp

O banco de investimento Bernstein emitiu uma nota de análise para a petrolífera liderada por Carlos Gomes da Silva na qual sobe o preço-alvo da cotada, dando-lhe um potencial de valorização de 13%.
Bernstein dá potencial de valorização de 13% à Galp
Galp
Negócios 17 de outubro de 2017 às 07:50

O banco de investimento Bernstein subiu o preço-alvo da Galp Energia para 17,50 euros, de acordo com uma nota de análise a que o Negócios teve acesso. Tendo em conta que a petrolífera liderada por Carlos Gomes da Silva terminou a sessão desta segunda-feira a ganhar 0,42% para 15,49 euros, a cotada tem um potencial de valorização de 13%. O target é "Outperform".

"Estamos a elevar o nosso preço-alvo para a Galp para 17,50 euros", refere a nota. O banco de investimento "actualizou as avaliações para os activos no Brasil, Angola e Moçambique". Os analistas consideram que o volume no Brasil continua a registar um crescimento rápido e que "as expectativas para as margens de refinação no curto prazo continuam fortes, para 2018 aumentamos as nossas estimativas EPS/CFPS em 22%/5% o que nos deixa 16%/3% acima do consenso" de mercado.

O Bernstein considera que "a revisão recente dos dados" permite ter "confiança numa diminuição do risco do valor líquido dos activos [NAV, na sigla em inglês]". O banco prossegue dizendo que "não é tudo sobre o Brasil" e "também gostamos da exposição do portefólio a Moçambique".

"Estimamos que a Galp vá entregar 227 milhões de dólares [mais de 192 milhões de euros] de free cash flow [FCF] orgânico pós-dividendos em 2018 50 dólares/bbl, ou o valor mais elevado desde o IPO de 2006. De facto, os preços do petróleo têm de cair para um mínimo na casa dos 30 dólares/bbl para ameaçar o 'investment case' que estimamos", pode ler-se ainda no documento.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
TENHAM JUIZO COMPREM MILENIUM BCP Há 1 dia






VENDAM TUDO O QUE TÊM E GANHEM JUIZO COMPREM MILENIUM BCP E VENDAM SÓ PARA O ANO DEPOIS DOS RATINGS TEREM IDO TODOS AOS MÁXIMOS E DEPOIS DAS VARIAS SUBIDAS DE JUROS DO BCE que já vão começar este mês

Saber mais e Alertas
pub